Outlast

Red Barrels anuncia The Outlast Trials

A série de terror Outlast vai regressar com mais um título aterrador. A produtora Red Barrels anunciou o novo título The Outlast Trials, no que nos parece ser uma nova abordagem para esta série com um histórico horripilante.

Outlast 1 e 2 na Nintendo Switch

A produtora Red Barrel Games, responsável pelos assustadores títulos da série Outlast, anunciou que vai lançar os primeiros jogos desta série na Nintendo Switch. Torna-se, assim, a primeira série de terror para a nova plataforma da Nintendo. 

Outlast 2 já tem data de lançamento

A produtora Red Barrels anunciou hoje que a (muito esperada) sequela de Outlast chegará no próximo mês. E não é tudo! Terá ainda uma versão física, que irá juntar toda a série de terror com preço muito acessível para os três jogos. 

Demonstração de Outlast 2 já disponível

Os fãs de Outlast ficaram desapontados quando trouxemos a notícia que a sequela seria adiada para 2017. No entanto, para surpresa de todos, a produtora anunciou hoje uma demonstração para PS4, Xbox One e PC. 

Outlast 2 adiado para 2017

Segundo o comunicado no Facebook a produtora Red Barrels Games decidiu adiar o lançamento de Outlast 2 para ir de encontro ao feedback que os fãs têm dado no sentido de entregar a melhor experiência de terror possível. Mas há boas notícias neste adiamento.

Outlast II recebe trailer aterrador da sua jogabilidade

A informação da sequela de um dos jogos de terror mais aclamados tem sido escassa, mas finalmente temos algumas confirmações para Outlast II e até podemos ver como será a sua jogabilidade com o novo vídeo que a produtora Red Barrels Games revelou. 

Novo teaser arrepiante de Outlast II

Já faz algum tempo que não tínhamos notícias da sequela do aclamado Outlast. A série de terror regressará em breve e, por agora, chega-nos um novo e arrepiante teaser que nos faz lembrar o filme “O Exorcista”. 

Outlast II não regressa ao hospício

A sequela do perturbante jogo de terror será lançada algures em 2016 e, por enquanto, não há muita informação deste Outlast II. Apenas sabemos que acção principal já não irá ocorrer num hospício, como indicou a produção na sua conta oficial do Twitter.

Um episódio especial de 2nd Player para o Halloween

BUH! Assustaram-se? Nem por isso? Existem muitos bons jogos de terror, mais recentes que a nossa escolha e, possivelmente, até mais intensos. A razão que nos levou a escolher o Outlast para este Halloween foi o facto do Alexandre não conhecer o jogo e eu… só ter jogado os primeiros 10 minutos.

Está na hora de ganhar coragem e jogar um dos melhores títulos de terror da actualidade, com uma sequela já anunciada para 2016. Espero que se divirtam: 

Outlast 2 chega em Outono de 2016

Outlast 2 está mesmo a caminho mas infelizmente só o poderão jogar no Halloween do próximo ano. Outono de 2016 é quando está previsto o lançamento da sequela de um dos jogos mais assustadores de sempre. 

Os Jogos Mais Assustadores de Sempre

O Halloween já passou mas como nunca é tarde para uns bons sustos chegou a vez do WASD apresentar aqueles que foram e ainda são os jogos mais assustadores de sempre. Enquanto que no post sobre o Halloween sugerimos um leque de títulos mais recentes, ou seja mais acessíveis, neste vamos mais longe.

Vamos atravessar por ordem cronológica as brechas do tempo e trazer de volta, nem que seja por breves instantes, a nostalgia e as boas (más neste caso específico) memórias dos títulos que mais sustos pregaram até hoje.

1º – Alone In The Dark

Vamos dar início a esta lista com um clássico dos clássicos. Fortemente influenciado por Edgar Allan Poe e HP Lovecraft, o primeiro título da série Alone In The Dark é ainda hoje uma referência quando se fala em jogos de Terror ou Survival Horror. Neste título podiamos escolher entre dois personagens um masculino, Edward Carnby, e outro feminino, Emily Hartwood. A nossa aventura começa quando entramos na mansão onde se vai desenrolar toda a acção do jogo.

O nosso objectivo é simples, encontrar um piano onde, segundo consta, se encontra um papel deixado por Jeremy Hartwood que explica a razão que o levou a suicidar-se em 1924… naquela mesma casa. Nada mais simples, certo?

2º – Realms of the Haunting

Realms of the Haunting,da Interplay, foi sem dúvida um dos melhores e maiores jogos que tive a oportunidade de experimentar. Neste título, temos como personagem principal Adam Randall. Decidido a investigar as circunstâncias que levaram à morte do seu pai, Adam tem de se aventurar numa mansão assombrada. Ao entrar, as portas trancam-se e imedem-no de sair.

À procura de respostas e de uma forma de escapar da mansão, Adam encontra Rebecca Trevisard que se oferece para o ajudar. Mais tarde Adam apercebe-se que na mansão existem portais para outras dimensões e que ele é a chave para travar a batalha apocalíptica entre as forças do bem e do mal.

Pode parecer cliché, mas todos os ambientes (cada um mais sombrio do que o outro) que insistiam em mostrar-nos que não estávamos sozinhos e o forte enredo que oferece mais de 40 horas de jogo e que insistia em passar-nos a perna, fazem deste título uma referência do género Survival-Horror.

 

3º – Resident Evil 3: Nemesis

Penso que todos conhecem a saga Resident Evil. Apesar de agora estar mais virada para a acção, nem sempre foi assim e os primeiros títulos são exemplo disso. A Capcom abordou e de que maneira, o género Survival Horror nas primeiras consolas e o primeiro título da série marcou a chegada de três personagens muito conhecidas, são eles Chris Redfield, Jill Valentine e claro Albert Wesker.

Depois disso a série cresceu e os nossos pesadelos passaram a ser invadidos por uma série  de criaturas grotescas. Falo de Zombies, Tyrants, Hunters (espécie de lagartos humanóides), e do nostálgico (para alguns) boss de Resident Evil 3 chamado Nemesis e que por mais vezes que fosse vencido acabava por regressar mais forte e com um brinquedo novo… Como um lança-granadas…

4º – Silent Hill 2

Todos os fãs de jogos de terror conhecem a série Silent Hill com a suas bandas sonoras e cenários arrepiantes e inimigos únicos.

O primeiro título saíu para a primeira consola da Sony mas foi na Playstation 2 com Silent Hill 2 que a série ganhou uma ainda maior fama. Com uma forte narrativa acompanhada por um fantástico trabalho de som e banda sonora (composta por Akira Yamaoka) Silent Hill 2 foi o meu primeiro contacto com a série e porporcionou-me uma experiência assustadoramente memorável. Quem não se lembra do amigável Pyramid Head e das simpáticas enfermeiras com os seus bisturís?

5º – Fatal Frame II: Crimson Butterfly

Das mãos da Tecmo, chegou a segunda entrada na série Fatal Frame, conhecida na Europa como Project Zero. Este é ainda para mim, um dos jogos que mais sustos me pregou e joguei-o ainda na Playstation 2. O jogo segue a história de duas irmãs gémeas, Miu e Mayu Akamura, que visitam o seu sítio preferido da região de Minakami onde brincavam quando eram ainda crianças.

Pouco depois de começarmos o jogo ficamos a perceber que há muito tempo nessa zona existia uma aldeia onde, reza a lenda, decorreu um ritual horripilante que não foi bem sucedido, tendo levado ao próprio desaparecimento da aldeia. Reza também a lenda que aqueles que se perdem na floresta de Minakami, podem dar por si na agora chamada Aldeia Perdida de Minakami e da qual não vão conseguir sair.

6º – F.E.A.R.

Continuamos a lista com um jogo para toda a família. Momentos agradáveis e repleto de momentos de puro relaxe, capazes acalmar os corações mais acelerados. Temos em… Esperem lá… Jogo errado. Estamos a falar do… Ah, F.E.A.R. Pois… não contem com muito relaxe, não.

E no que diz respeito a momentos agradáveis, depende do que acharem dos que aparecem no vídeo.

7º – Condemned: Criminal Origins

A acção do jogo decorre na cidade fictícia, Metro. Assumimos o papel de Ethan Thomas, um agente do FBI que se vê incriminado por uma série de homicídios. O nosso objectivo é à primeira vista simples, limpar o nosso nome, encontrar o responsável por todas as mortes e investigar o que se passa com os cidadãos e a misteriosa força que os torna tão agressivos.

Mas como bem sabemos, nada é assim tão linear, não é?

8º – DOOM 3

Foi em Fevereiro de 2007 que a Activision decidiu dar uma nova vida à tão conceituada série DOOM. Sem dúvida que conseguiu ao oferecer aos jogadores um dos títulos mais assustadores de sempre. Semelhante à história do DOOM original, somos um Marine enviado para Marte numa missão de rotina que, como já era de esperar, “corre horrivelmente mal”.

9º – Siren: Blood Curse

Da equipa Project Siren chega em exclusivo para a Playstation 3 um reimaginar da primeira entrada na série Siren. Siren: Blood Curse, ou Siren: New Translation apresenta-nos vários personagens que se vêm envolvidos com as forças sobrenaturais que assombram a aldeia de Hanuda, no Japão. O personagem principal é Howard Wright, um jovem estudante que veio a Hanuda por causa de uma mensagem estranha. Contando já com o talento de alguns dos antigos membros da Team Silent (responsável pelos mais aclamados títulos da série Silent Hill) Siren: Blood Curse é sem dúvida um título verdadeiramente assustador.

10º – Dead Space

Da Visceral Games chega Dead Space e o início de todos os traumas que o protagonista, Isaac Clarke, teria de enfrentar. Traumas esses que fazem com que Isaac seja considerado o Engenheiro Espacial mais azarado de todos os tempos. Apesar da controvérsia gerada à volta do terceiro título da saga, por ter mais acção que terror, recomendo vivamente o primeiro título da saga uma vez que é para mim obrigatório para quem é fã deste género.

 

11º – Left 4 Dead

Em 2008 chegou Left 4 Dead. Tudo começou com um surto que teve como nome “Green Flu” (Gripe Verde se quisermos traduzir). Este vírus provocava nas pessoas uma enorme agressividade, uma mutação das células do corpo e a perda das principais funções cerebrais. Left 4 Dead junta um grupo de 4 sobreviventes imunes que tenta desesperadamente sobreviver a esta apocalíptica pândemia.

12º – Alan Wake

Devido à sua forte narrativa chega da Remedy Entertainment aquele que é considerado por muitos como um dos melhores jogos de terror de todos os tempos. Alan Wake é um escritor Bestseller do género de terror psicológico. Não conseguindo escrever nada há dois anos, decide por sugestão de Alice, a sua mulher, passar uns dias na cidade de Bright Falls. Talvez a sua inspiração voltasse…

13º – Slender: The 8 Pages

Slender: The 8 Pages inspira-se no mito urbano de Slender Man. Ao que parece trata-se de uma figura de sexo masculino, vestida com fato e gravata mas sem rosto e que tem por hábito raptar e levar as suas vítimas para uma floresta onde… acaba por matá-las.

Este jogo é bastante simples. Munidos com uma lanterna, tudo o que temos de fazer é encontrar 8 páginas aparentemente deixadas por uma das vítimas. Assim que encontramos uma começamos a ser perseguidos pelo Slender Man. O conceito parece ser demasiado simplista mas deixo o aviso que é considerado um dos jogos mais arrepiantes de sempre e há quem diga mesmo que consegue ser mais assustador do que Resident Evil e Silent Hill.

Conseguem encontrar as páginas todas?

14º – Amnesia: A Machine For Pigs

The Chinese Room traz a sequela indirecta do tão aclamado Amnesia: Dark Descent. Apesar de o universo ser o mesmo do título anterior tanto os personagens como a altura em que decorrem os eventos são diferentes. Em Amnesia: A Machine For Pigs temos a história de Oswald Mandus, um industrialista e explorador. Numa expedição feita ao México, Oswald é alvo de uma febre fortíssima que lhe transmite sonhos sobre uma máquina. Quando acorda, apercebe-se de que passaram vários meses, mas pior do que isso é o som do arrancar de uma misteriosa máquina que esperava o seu despertar.

15º – Outlast

Das mãos da Red Barrels chega-nos em Outlast, um título que é já uma referência no género Survival-Horror. Neste título assumimos o papel de Miles Upshur, um jornalista freelancer. Miles recebe uma mensagem de uma fonte anónima sobre o hospital psiquiátrico Mount Massive Asylum, propriedade da organização Murkoff. Ao chegar, Miles dá de caras com os corpos dos vários funcionários e apercebe-se que os residentes estão à solta. Outlast já se encontra disponível para o PC mas podem também contar com este título na PS4 no início do próximo ano.

Chegamos assim ao fim da nossa lista. E vocês caros leitores, quais foram os jogos que até agora mais vos assustaram? Concordam com a nossa lista ou preferiam que estivessem presentes outros títulos? Comentem e digam o que vos vai na alma!

 

Sugestões para a noite de Halloween

A noite de Halloween (ou Dia das Bruxas) é já nesta Quinta. O dia que nos recorda de todo o tipo de seres malignos que nos rodeiam está já à porta de nossa casa. Fechem as janelas e tranquem as portas. Apaguem a luz, escutem o silêncio… O que foi aquilo? Nada certamente, caro leitor. Ou será que foi? Olhem para trás, olhem para tudo o que vos rodeia, deixem que o terror vos invada. Chegou a hora do WASD apresentar a suas sugestões para a noite de Halloween.

 

1º – Outlast – PC

Das mãos de Red Barrels chega-nos em Outlast, um título que é já uma referência no género Survival-Horror. Neste título assumimos o papel de Miles Upshur, um jornalista freelancer. Miles recebe uma mensagem de uma fonte anónima sobre o hospital psiquiátrico Mount Massive Asylum, propriedade da organização Murkoff. Ao chegar, Miles dá de caras com os corpos dos vários funcionários e apercebe-se que os residentes estão à solta. Outlast já se encontra disponível para o PC mas podem também contar com este título na PS4 no início do próximo ano.

 

2º – Alan Wake – PC/Xbox 360

Devido à sua forte narrativa chega da Remedy Entertainment aquele que é considerado por muitos como um dos melhores jogos de terror de todos os tempos. Alan Wake é um escritor Bestseller do género de terror psicológico. Não conseguindo escrever nada há dois anos, decide por sugestão de Alice, a sua mulher, passar uns dias na cidade de Bright Falls. Talvez a sua inspiração voltasse…

 

3º – Amnesia: A Machine For Pigs – PC

The Chinese Room traz uma sequela indirecta de Amnesia: Dark Descent. Apesar de o universo ser o mesmo do título anterior tanto os personagens como a altura em que decorrem os eventos são diferentes. Em Amnesia: A Machine For Pigs temos a história de Oswald Mandus, um industrialista e explorador. Numa expedição feita ao México, Oswald é alvo de uma febre fortíssima que lhe transmite sonhos sobre uma máquina. Quando acorda, apercebe-se de que passaram vários meses, mas pior do que isso é o som do arrancar de uma misteriosa máquina que esperava o seu despertar.

 

4º – Dead Space – PS3/PC/Xbox 360

Da Visceral Games chega-nos a primeira entrada da saga Dead Space e o início de todos os traumas que o protagonista, Isaac Clarke, terá de enfrentar. Traumas esses que fazem com que Isaac seja considerado o Engenheiro Espacial mais azarado de todos os tempos. Apesar da controvérsia gerada à volta do terceiro título da saga, por ter mais acção que terror, recomendo o primeiro título da saga uma vez que é para mim obrigatório para quem é fã deste género.

 

5º – The Walking Dead: A Telltale Game Series – PS3/PC/Xbox 360/PS Vita

Apesar de não ser tão intenso (da forma como estão à espera) como os títulos mencionados em cima, toda a temática presente em The Walking Dead: A Telltale Game Series faz com que a presença deste título nesta lista seja pertinente. A Telltale Games fez um óptimo trabalho com a história de Lee e Clementine, conseguindo por vezes superar a qualidade da história original na Banda Desenhada. Jogando os 5 episódios desta série de grande qualidade é garantido um Halloween inesquecível.

 

E são estas as nossas sugestões para o Halloween. Para breve, um artigo sobre os melhores jogos de terror de todos os tempos.

O que vão fazer no Dia das Bruxas? O que vão jogar, o que vão ver? Há algum título que gostaríam que tivesse feito parte da nossa lista? Deixem os vossos comentários em baixo!

Últimas notícias