Hideo Kojima

Hideo Kojima não concorda com o título Death Stranding: Director’s Cut

A próxima reedição de Death Stranding ainda não foi lançada e já causa controvérsia. Em causa está o seu título. É que o criador e director Hideo Kojima, ele próprio, não concorda com o título Death Stranding: Director’s Cut.

Hideo Kojima terá assinado carta de intenções com a Xbox

A ligação de Hideo Kojima com a Xbox tem sido, digamos, escassa. Na Konami, a maioria dos seus jogos foram lançados quase exclusivamente nas consolas PlayStation ou PC, com algumas excepções. Parece que no futuro esta relação será mais achegada.

Hideo Kojima aponta ao cinema

Com a recepção positiva ao seu mais recente título, Death Stranding, o visionário Hideo Kojima revelou que tem intenções de levar a sua visão para onde sempre pareceu apontar: o cinema. A revelação foi feita numa entrevista à Britânica BBC.

Será esta uma mensagem secreta para Hideo Kojima em Metal Gear Survive?

No início de Metal Gear Survive, temos de escolher um nome para a nossa personagem. Depois de o escrevermos, surge uma lista no clipboard de um soldado que passa por esse nome. Uma análise mais cuidada, porém, parece revelar algo mais.

Jogos que completam 20 anos em 2018:
Metal Gear Solid

0

Este artigo pertence à rubrica “Jogos que completam 20 anos em 2018“, onde recordamos não só jogos memoráveis, como os títulos que tiveram um grande impacto na indústria. As próximas linhas, serão dedicadas à obra-prima de Hideo Kojima, mas a rubrica já conta com outros jogos que também deixaram a sua marca.

Death Stranding recebe novo e interessante teaser

Sim, aqui está mais um teaser do próximo jogo de Hideo Kojima. O projecto Death Stranding teve direito a mais um enigmático vídeo apresentado durante os The Game Awards. O jogo, esse, parece que ainda só existe na mente do criativo.

Trailer para estúdio Kojima Productions

Enquanto Hideo Kojima continua a trabalhar no seu próximo jogo Death Stranding, pouco mais se sabe desse próximo revelado na última feira E3. O seu estúdio Kojima Productions porém, já tem um trailer de apresentação que inclui a sua mascote Ludens.

PlayStation E3 2016 – Death Stranding

Hideo Kojima está de volta. Finalmente! O criativo que nos trouxe a série Metal Gear Solid, está agora com um projecto a solo, sobre o qual já temos vindo a falar. Death Stranding é o novo título e por detrás da máscara de Ludens, está mesmo o actor Norman Reedus.

Revelada figura por detrás do símbolo da Kojima Productions

Actualmente a trabalhar num misterioso novo título, agora com a sua nova produtora independente, Hideo Kojima tirou algum tempo para conversar com os fãs acerca da imagem que compõe o logótipo da sua produtora Kojima Productions.

Hideo Kojima partilhou alguns detalhes sobre o seu novo jogo

Durante uma entrevista para o site Famitsu, o criativo Hideo Kojima indicou mais alguns pormenores do seu próximo jogo, o primeiro da sua produtora Kojima Productions, depois do contencioso com a Konami que o afastou da empresa nipónica. E o seu projecto a solo até pode ser bastante familiar.

Hideo Kojima abre estúdio e já tem acordo com a Sony

Finalmente, acabou a “novela” Kojima Vs Konami. Depois de meses de especulação, jogos inacabados e muitas questões levantadas, Hideo Kojima formou um novo estúdio independente e foi a própria Sony Computer Entertainment que anunciou o acordo com o criador e visionário de algumas das melhores séries de videojogos da década.

Já sabíamos que a saída de Kojima da Japonesa Konami era verídica. Só faltava saber o futuro de Hideo. A Kojima Productions, nome original do seu estúdio durante a produção da série Metal Gear Solid que a Konami subitamente tentou apagar, surge no comunicado enviado pela Sony Computer Entertainment. “A Sony Computer Entertainment Inc. (SCE)” diz o comunicado, “anunciou hoje um acordo com a Kojima Productions, estúdio recentemente formado pelo aclamado game designer Hideo Kojima, para desenvolver o seu primeiro título em exclusivo para a PlayStation 4”. 

““Estou a começar um novo desafio ao criar o meu próprio estúdio independente”, diz Kojima “e estou muito entusiasmado por embarcar nesta viagem com a PlayStation, com quem trabalhei continuamente nos últimos anos”.” De facto, sobretudo os jogos Metal Gear Solid foram sinónimo da plataforma PlayStation, mesmo que jogos mais recentes tenham sido lançados noutros formatos. Pode dizer-se que Kojima “está em casa”.

Para já, a Kojima Productions tem um website novo sem grande informação. A frase “From Sapiens to Ludens” é um jogo de palavras latinas que se pode traduzir “De Sábio a Jogador”, numa clara referência ao Homo Sapiens (a designação antropológica do Homem moderno) e o Homo Ludens, uma designação criada pelo historiador Johan Huizinga do “homem enquanto jogador”. Há  também um novo logótipo, que não podemos deixar de associar à arte de Metal Gear, fazendo recordar o lendário símbolo de Outer Heaven.

Resta só saber qual será o primeiro jogo da nova vida da Kojima Productions. Certamente não será um Metal Gear, uma vez que a Konami parece ainda deter os direitos e não deverá cedê-los tão cedo. Será o tal projecto de jogo de terror que iniciou com Guillermo Del Toro? Seja o que for, só podemos esperar algo grandioso de Kojima. Venha esse jogo exclusivo para a PlayStation 4!

Revelado evento escondido em Metal Gear Solid V The Phantom Pain

Se ainda estão a jogar Metal Gear Solid V The Phantom Pain talvez esta notícia vos interesse. Durante algum tempo houve especulação sobre um evento que seria difícil de desbloquear no jogo. Essa teoria não só foi confirmada como a própria Konami revelou como a activar.

Se bem se recordam, demos uma óptima avaliação ao jogo quando o recebemos. Infelizmente, os problemas que assolaram a produção com o afastamento do mentor Hideo Kojima deram-nos um jogo inacabado. Mesmo assim, durante o período de exploração deste título, surgiram rumores de um mega evento global que exigiria a participação da comunidade em bloco.

Porque nunca foi realmente activado, o evento caiu no esquecimento. Agora, a editora Konami revela como activar o evento, talvez porque já poucos falam do jogo em si e Metal Gear Online ficou aquém das espectactivas.

O evento é uma cutscene especial escondida que mostra “um desarmamento nuclear a nível mundial”, que é activado quando criamos as condições específicas e regressamos à Mother Base. O evento escondido foi descoberto por curiosos que vasculharam os ficheiros do jogo. Só que não sabiam como o activar. E eis que a Konami se prontificou a explicar, talvez por estar farta de esperar pelos cada vez menos jogadores.

Para activar o evento é preciso, então, o seguinte:

  1. Completem a missão 31.
  2. Não podem ter em stock ou projectar qualquer arma nuclear. Se tiverem, desmantelem a bomba ou cancelem o projecto.
  3. No servidor regional da vossa plataforma (PS4, PS3, XBO, X360 ou PC) terão de ser cumpridas determinadas condições.
  4. Não poderão haver quaisquer bombas nucleares activas ou em projecto na vossa região.

A Konami informa que o 3º ponto foi já cumprido (seja ele qual for) em todas as plataformas, faltando apenas o quarto ponto. Portanto, está na altura de todas as bombas nucleares ainda activas nas diversas regiões serem desmanteladas para despoletar o evento. E a comunidade já está a fazer a vontade aos produtores, conforme indica o Twitter oficial do jogo:

Se quiserem ajudar a comunidade, só terão de entrar no jogo e desactivar todas as bombas que tenham em stock ou em projecto. Não foi mencionado se os jogadores que já não jogam o jogo (mas possuem bombas activas) entram para a estatística. Se assim for, algumas bombas jamais serão desmanteladas e o evento pode nunca ser activado.

Cosplay Impressionante de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Depois do enorme sucesso de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, a comunidade Cosplayer mergulhou no espírito desta aventura. Não só diversas máscaras apareceram nas convenções de videojogos um pouco por todo o mundo, como o próximo Halloween convidou muita gente a vestir-se de Quiet, Ocelot ou até de Big Boss. Estes fãs, no entanto, superam tudo o que já vimos até hoje. Até o fiel Diamond Dog está presente!

Para o comum dos mortais, apenas o jogo nos permite vestir a pele de Big Boss ou Quiet. Para os cosplayers Maul Cosplay (Big Boss) e Maja Felicitas (Quiet), porém, é mesmo possível fazê-lo na vida real. Mesmo que empunhem armas de Airsoft e não possam, propriamente, andar aos tiros, só falta mesmo Quiet ficar invsível e o punho biónico de Big Boss disparar como um míssil. O simpático lobo, assume o papel de Diamond Dog nesta fantástica produção de eosAndyDefcon Unlimited.

Vale a pena ver as imagens, uma vez que, graças à maquilhagem profissional, os dois cosplayers confundem-se mesmo com as personagens do jogo.

A dúvida terminou, Hideo Kojima deixou mesmo a Konami

Já não era mesmo um rumor, com cada vez mais evidências do fim da ligação entre o produtor e mentor da série Metal Gear (e não só) Hideo Kojima e a produtora nipónica Konami. Agora, se dúvidas haviam, ficou confirmado o fim desta ligação que existia desde 1986.

Segundo o site do New Yorker, Kojima terá deixado a Konami no início do mês, mais precisamente na sexta-feira dia 9 de Outubro, numa pequena festa de despedida no estúdio Kojima Productions. Estúdio que, entretanto, também está com fim anunciado pela Konami. Segundo a mesma fonte, Kojima terá um acordo de rescisão que o inibe de participar noutros projectos mas que expira já em Dezembro.

O site avança que por detrás desta rescisão estará a mudança de foco do mercado de videojogos Japonês dos jogos de consola para os pequenos jogos para dispositivos móveis. Estes serão muito mais baratos que os jogos AAA e com retorno também mais rápido.Também não deverá ter ajudado o orçamento astronómico do último Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, que alegadamente terá derrapado para os 80 milhões de dólares.

Há muito tempo que temos vindo a comentar tanto os rumores, como os factos desta situação. Começou com remoção do nome de Kojima das capas dos jogos. Depois foi o inesperado anúncio do fim do projecto Silent Hills e a consequente remoção do respectivo teaser interactivo P.T. da PSN. No entanto, MGSV foi lançado, tornou-se um sucesso instantâneo e parecia que Kojima até estava envolvido com a comunidade. A inevitável separação, no entanto, aconteceu há duas semanas.

Independentemente dos motivos ou das estratégias mais ou menos justas da Konami, Hideo Kojima é agora um criador/produtor livre de compromissos (pelo menos a partir de Dezembro). Estamos certos que, se quiser trabalhar em mais e melhores projectos, terá as portas de muitos estúdios abertas para si. Também há espaço para que crie o seu próprio estúdio de produção. No entanto, apesar de estarmos certos que qualquer projecto em que Kojima entre se possa tornar um sucesso, a saga de Metal Gear Solid jamais será a mesma. Se a Konami detiver os direitos por inteiro nesta série, não esperem muito de algum jogo futuro.

Resta-nos a leve esperança que Kojima possa ter acordado trazer consigo Metal Gear ou que possa explorar os direitos da série com outro estúdio. Algo muito remoto e improvável e que não passa de um mero desejo de fã de que a Konami não enterre a série com jogos de menor qualidade.

Metal Gear Online abre hoje as portas

Todos os que possuam uma cópia de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain nas versões de consola, terão hoje uma importante adição de conteúdo. A nova vida do modo multi-jogador Metal Gear Online, na sua terceira geração. Infelizmente, a versão PC terá de esperar um pouco mais.

A actualização para receber Metal Gear Online é automática mas a nova funcionalidade precisa ser instalada como um add-on na Playstation Store ou Xbox Live. Os servidores estão a arrancar de forma faseada, pelo que é possível que as sessões online possam não decorrer como o esperado nas primeiras horas. Entretanto, há um modo “free roam” para poderem vasculhar os mapas e fazer o respectivo reconhecimento.

Recordamos, no entanto, que a versão PC de Metal Gear Online está adiada até Janeiro de 2016, sem alguma forma de explicação por parte da editora Konami. No entanto, o update também acrescenta novas armas e novas funcionalidades para as bases FOB do modo carreira, pelo que, se não puderem ou não estiverem interessados em jogar online, mesmo assim, a actualização traz novidades para todos.

O final de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain? Onde?

1

Não está aqui em causa a qualidade geral do jogo, que levou nota máxima aqui no WASD. Nem sequer está em causa as muitas horas que proporciona de boa acção, num jogo sólido e cheio de conteúdo. O que está em causa é como termina Metal Gear Solid V: The Phantom Pain e como algumas perguntas ficam por responder.

Antes de lerem este artigo, terminem a história principal (as Missions) e voltem aqui depois. Este artigo está repleto de spoilers e, se não terminaram ainda o jogo ou não querem que vos estraguemos esse final, não leiam abaixo da imagem adorável seguinte. 

10 coisas que talvez não reparem em Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

0

Já lá vão algumas horas a jogar Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. Muitas surpresas e reviravoltas depois, ainda estamos a ser surpreendidos pela derradeira história de Hideo Kojima. Se piscarmos o olho, porém, pode passar-nos ao lado muita coisa. Conheçam dez coisas que fomos descobrindo pela Internet ou nas quais tropeçámos em jogo e que só atestam a qualidade deste título.

Aviso: Esta lista poderá conter alguns spoilers!

10- Se olharem muito, Quiet tenta seduzir-vos.

Os trajes menores não ajudam. Sempre de biquíni, a nossa Sniper acompanha-nos nas missões em que a seleccionamos como “Buddy” e é impossível ficar-lhe indiferente. A bordo do helicóptero, entre missões, temos a opção de colocar a câmara na primeira pessoa. Se tivermos a amizade com ela no máximo e a observamos durante algum tempo nessa primeira pessoa, Quiet apercebe-se e, além de nos enfrentar cara-a-cara, ainda nos seduz com uma pose pouco correcta e sugestiva.

9- Se neutralizarem Ocelot com dardos tranquilizantes, ele até fala línguas.

Algures na Mother Base, o nosso braço direito (ok, esquerdo se contarmos com o irascível Kaz Miller) faz o possível para treinar os soldados da Diamong Dogs. E se, porque somos uns chatos, dispararmos a pistola de tranquilizantes na face do pistoleiro? Não só fala Japonês fluente, como demonstra que matemática não é com ele, além de dizer que aquilo não funciona nele uma vez que teve “trrrrreino de resssistência a drogas” e, claro, a célebre lenga-lenga que só os fãs irão reconhecer: “La-Li-Lu-Le-Lo”.

8- As fezes de D-Horse servem para derrapar veículos

antes tínhamos falado que Diamond Horse é uma pérola deste jogo. E sim, também já não é novidade que podemos ordenar que… defeque. Fezes on-demand parecem estar muito para além do senso comum mas é claro que, no meio da piada, Kojima tinha de dar algum significado a isto. As fezes do cavalo podem servir para fazer derrapar veículos. Isto é muito prático para fazer parar jipes ou camiões e “tratar” dos ocupantes sem ter de disparar ou chamar a atenção, uma vez que, depois do despiste, estes ficam temporariamente atordoados.

https://www.youtube.com/watch?v=OUE0ODP2MeY

7- Os avisos na Motherbase não são apenas decorativos

Há inúmeras placas de sinalização na Mother Base, sobretudo as que no início sinalizam a construção de alguns espaços. Há até avisos de que o Big Boss está de olho nos soldados, a fazer lembrar um “Big Brother”. Mas há uma sinalética interessante que mostra um aviso de objectos em queda. Se Snake se posicionar mesmo em frente desta placa, passado algum tempo, ouve-se um som característico e… uma caixa cai-nos em cima. Afinal os avisos até servem para alguma coisa.

6- A bisnaga não é só um objecto de piada, tem utilidade!

Inicialmente parece mesmo inútil, só esguicha água, não se pode personalizar e não aparenta servir para mais nada do que para contar uma anedota à Kojima. Mas não. Além de podermos usá-la para apontar e surpreender adversários pelas costas (que pensam ser uma arma real), também serve para apagar fogueiras ou velas, destruir silenciosamente rádios ou geradores de electricidade, distrair os adversários com esguichos e até interagir com Quiet que “vibra” com a água “disparada”…

5- A Mother Base deseja-nos Feliz Aniversário!

Já alguma vez se perguntaram porque é que o jogo vos pede a vossa data de nascimento antes do arranque da história principal? Experimentem jogar no dia do vosso aniversário e verão porquê. Nessa data, Snake recebe uma comunicação a indicar que se dirija de imediato à Mother Base. Ao aterrar a base está em alerta, mas ao invés de um ataque, toda a equipa de Snake surge com um bolo para celebrar o seu (nosso) Aniversário. E se, por esta altura, a Quiet já se tiver juntado a vocês, têm direito a mais um outro momento de Parabéns.

4- Podemos tomar banho com Quiet

Também já falámos antes dos famigerados chuveiros, dispersos pela Mother Base. Tratem de tomar banho entre missões ou, passado algum tempo, o próprio Ocelot vos manda um balde de água e “pede” para Snake se ir lavar. Mas se a vossa amizade for alta com Quiet e a levarem numa missão antes dessa situação, ao regressarem à Mother Base, terão uma surpresa. Vão tomar banho sim, mas com a morena na sua cela e com direito a assistência invejosa e tudo.

3- Afinal Paz está viva e recomenda-se

Explorar a Mother Base em busca de diamantes ou outros bónus é uma actividade banal. Só que há uma cena em particular que despoletamos acidentalmente na plataforma Médica. Após subirmos uns vãos de escadas, chegamos a uma varanda com uma porta. Lá dentro um painel não nos deixa progredir, mas no lado direito está uma porta fechada com um botão para pressionar. O choque surge por vermos que nove anos depois de Ground Zeroes, afinal Paz está viva. Todas as suas fotografias que recolhem em jogo dão direito a uma cena própria. Por isso, depois de encontrar o local, não se esqueçam de lá voltar com as ditas fotografias.

2- Podemos salvar o próprio Hideo Kojima… outra vez…

Quem jogou Ground Zeroes, o prólogo deste MGSV, recorda-se de uma missão para resgatar um agente infiltrado com informação importante. Já no regresso dessa missão saberíamos que se tratava do próprio Hideo Kojima. Pois bem, Kojima também aparece em The Phantom Pain e até se junta à nossa equipa para nos ajudar em missão. Há duas formas de o obterem: Ou completam essa missão de Ground Zeroes e tranferem o savegame (Kojima aperecerá como voluntário) ou completam a Side Op 122, conforme o vídeo abaixo. Infelizmente, se fizerem as duas coisas não terão dois Hideo Kojimas… Era bonito ego a duplicar, mas só ficam com um narcisista na Mother Base.

1- O reflexo de Snake no helicóptero é do nosso Avatar

Hão de reparar que a bordo do helicóptero, o reflexo na superfície do vidro não se parece com o de Big Boss. Será mais fácil ver à noite, se tiverem dificuldade. Com um olhar mais cuidado irão notar que esse reflexo é do tal Avatar que criam na cama do Hospital no prólogo passado no Chipre. Alterem o aspecto do Avatar no menu e irão ver que a imagem também se altera. Uma curiosa e enigmática situação que certamente terá algum significado. Talvez até seja algo relacionado com a ideia que o nosso Avatar seja usado em Metal Gear Online.

Descobriram mais alguma coisa enquanto jogavam Metal Gear Solid V: The Phantom Pain? Já tinham encontrado estas curiosidades que assinalámos? Digam o que encontraram. E já agora digam também se estão a gostar (ou gostaram) do jogo.

Detalhes dos primeiros DLC de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Aquando da conferência da Konami durante a Tokyo Game Show deste ano, foram revalados os primeiros pormenores do próximo conteúdo descarregável para Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, preparem-se para fatos e algum revivalismo de MGS 3: Snake Eater.

O próximo DLC, cuja data e disponibilidade não foram anunciadas, parece concentrar-se em skins para algumas personagens. Tal como alguns fatos exclusivos e desbloqueáveis já existentes para Big Boss e companhia, não parecem acrescentar muito à jogabilidade, parecendo meramente estéticos.

Assim Big Boss recebe três novos fatos: Um novo Sneaking Suit e um uniforme camuflado que parecem inspirado no fato que Naked Snake numa das missões de MGS 3: Snake Eater, além de um fraque, que é uma skin de piada habitual na série.

Mas também o nosso célebre companheiro, Diamond Horse tem direito a duas novas skins cheias de estilo, uma clássica com uma crina estilizada e com direito a uma de gala uma outra skin a fazer lembrar os antigos Westerns.

Por fim, alimentando ainda mais o estereótipo, as mulheres em jogo (possivelmente as voluntárias de Diamond Dogs com que podemos jogar as Side Ops ou as Avatars em Metal Gear Online), recebem dois fatos mais reveladores inspirados nas personagens Eva e The Boss, também the MGS3: Snake Eater.

Ainda não sabemos se estas skins pertencem a um só pacote ou se serão disponibilizadas em separado. Assim que houverem datas e mais informações de disponibilidade, assim como preços, estaremos atentos de informamos.

Hideo Kojima pergunta se estamos a gostar de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

Neste que parece mesmo ser o seu derradeiro jogo ao serviço da Konami, Hideo Kojima falou com os seus fãs através da sua conta Twitter para consultar o seu apreço por Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. Depois das repostas, porém, Kojima confessou algo insólito.

À sua pergunta se a comunidade estava a gostar do jogo, uma avalanche de respostas positivas deve ter colocado um sorriso na face de Kojima. Entre algumas respostas entusiásticas, algumas pessoas lamentavam o atraso no recebimento das cópias e até a inexistência de edições de coleccionador. Algo que também em Portugal sentimos, uma vez que a distribuidora parece não ter trazido unidades suficientes para as nossas lojas.

Vendo tantas reacções de jogadores, Kojima não se ficou pela avaliação do entusiasmo. Partiu para uma útil sugestão ao aconselhar descanso entre missões, sugerindo o regresso à motherbase para descansar, ou jogar algumas Side Ops para “descontrair”.

No entanto, o que mais surpreendeu os fãs, foi a sua surpreendente revelação. Kojima não joga o seu jogo em casa. Pode assistir a outros a jogar sem problema, mas se jogar ele mesmo, estará sempre a procurar erros que deseja corrigir.

O eterno prefeccionista Hideo Kojima… A confirmar-se a sua saída da Konami e o potencial fim da série Metal Gear Solid (pelo menos, como a conhecemos), o mundo dos videojogos irá perder, entre outras coisas, momentos como estes.

E onde está a nossa análise? Boa pergunta… Está quase, quase pronta. A tarefa não é simples, acima de tudo queremos absorver o melhor que o jogo proporciona. Fiquem atentos porque a análise pode estar ali escondida nas sombras, pronta a atacar os incautos.  —>  !

Trailer de Lançamento de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

A internet está rendida a Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. Parámos de o jogar por alguns minutos, para vos trazer o mais recente trailer de lançamento do jogo, que chegará às lojas já amanhã. Em antecipação à nossa análise, fiquem com mais um pequeno incentivo a jogar esta obra-prima de Hideo Kojima. 

10 coisas que estamos a gostar em Metal Gear Solid V – The Phantom Pain

1

Se há frase que tem de ser dita, é esta: “A Hideo Kojima Game”. Pode-se apagar a frase das capas dos videojogos, uma manobra injusta e ingrata da produtora Konami, mas o ADN de Metal Gear Solid V – The Phantom Pain tem só uma assinatura. O jogo está fantástico! Entre muitas coisas que vamos descobrindo, destacámos algumas.

A nossa aventura ainda agora começou e vai-se prolongar naquele que pode ser um (outro) sério candidato a jogo do ano. Por agora, fiquem com 10 coisas que estamos a gostar na nossa corrida contra o tempo de vos trazer uma análise deste The Phantom Pain.

Ainda Kojima Vs Konami

0

Se pensavam que o assunto estava morto, desenganem-se. Hideo Kojima e a produtora Konami continuam numa peleja silenciosa que está a manchar, não só a própria Konami como os seus títulos de sucesso. Mas, se calhar, o mais visado nesta história é o próprio criador da lendária série Metal Gear Solid.

Tudo começou com mudanças subtis. A remoção do nome de Hideo Kojima dos sites da Konami, a extinção da sua empresa de produção Kojima Pro e, por fim, a remoção da célebre frase “A Hideo Kojima game” (Um jogo de Hideo Kojima), das capas do próximo jogo Metal Gear Solid V: The Phantom Pain e de todos os outros jogos que tinha produzido para a produtora Nipónico.

O mistério ficou ainda mais denso com o anúncio do fim do projecto Silent Hills e a consequente remoção do respectivo teaser interactivo P.T. da PSN. O próprio realizador e co-produtor do jogo Guillermo Del Toro, além do actor Norman Reedus, demonstraram publicamente o seu desagrado pelo fim abrupto do projecto.

Entretanto, muito silêncio por parte da produtora Nipónica, sobretudo quando interpelada pela imprensa internacional. O mundo quer saber o destino de Kojima, da série Metal Gear Solid, de Silent Hills, mas a produtora faz uma indelicada cortina de fumo com os seus pretensos “grandes” projectos de jogos para dispositivos móveis. No entanto, a Internet não pára.

Há um vídeo muito interessante que queremos partilhar convosco. É um vídeo de pura especulação. Muitas das coisas que vão aqui ser ditas, como o próprio autor Super Bunnyhop afirma e reafirma, fazem parte de uma investigação baseada em rumores e alguma junção de revelaçõs de fontes anónimas. Verdade ou não, a teoria ganha adeptos e a própria Konami tentou remover este vídeo diversas vezes desde que foi publicado a 27 de Abril deste ano, horas antes do anúncio oficial do cancelamento de Silent Hills.

A história ganha pormenores rocambolescos com o anúncio do despedimento de Kojima que, entretanto, passa para um mero contratado pela Konami. Todos os possíveis contactos de empresários e representantes recusam qualquer esclarecimento. Mas, fontes anónimas (que valem o que valem) falam de problemas internos na própria Konami com empregados dispensados ou reintroduzidos em projectos fora do seu âmbito. Outras fontes mencionam despedimentos em massa e ainda uma teoria de conspiração que envolve um pretenso desentendimento entre Kojima e o patrão e fundador da Konami, Kagemasa Kozuki.

Kagemasa também estará a reorientar os objectivos da Konami para outros campos, uma vez que a empresa possui capital investido em muitas áreas, inclusive clubes de fitness e jogos de apostas que até são ilegais no Japão. Essa ilegalidade, aparentemente, tem os dias contados com a legislação Japonesa a mudar, favorecendo empresas como a Konami que produzem jogos electrónicos para Casinos e outros espaços semelhantes. Será que a Konami quer um trabalho mais fácil e de lucro rápido em vez de perder anos a criar jogos de elevada e morosa produção?

Os jogos AAA, como os das séries Metal Gear Solid ou Pro Evolution Soccer, podem ter os dias contados, pelo menos como os conhecemos. A Konami poderá estar a reestruturar-se para fazer face às novas apostas, com a extinção de estúdios e investimento reorientado. Longe estarão os tempos dos milhões de dólares investidos nos jogos ao longo dos 30 anos de casa de Hideo Kojima. E, também, dos biliões de lucro obtidos em troca pela empresa Nipónica.

O futuro de Hideo Kojima pode passar pela criação de um estúdio independente, projectos paralelos de criação e até pela reforma. Uma coisa é certa: Metal Gear sem Hideo Kojima não será a mesma coisa. É discutível se a Konami fará cair a série que lhe dá lucro, ainda por cima com PES cada vez mais irrelevante na simulação de futebol. Afinal, até tentou lançar Metal Gear Rising sem o génio criativo de Kojima, embora com resultados mistos.

A imagem negativa transmitida Konami, não só se se confirmar que Kojima foi despedido por meros desentendimentos pessoais, mas também pela falta de honra e honestidade de remover o génio criativo de toda a série, está a manchar o lançamento de MGS 5 e também a própria empresa. Acima de tudo, nada justifica o inexplicável silêncio e inegável desinteresse pela comunidade fiel de Metal Gear Solid e fãs do seu criador Hideo Kojima.

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain tem data de lançamento mundial para 1 de Setembro de 2015 para Playstation 4, Xbox One e PC. Apesar de toda esta publicidade negativa, o jogo tem vindo a prometer, pelo menos a julgar por vídeos e imagens que tem vindo a ser revelados. Resta ver se Konami não decide mudar, ainda mais, a sua estratégia e danificar a derradeira criação de Hideo Kojima.

Silent Hills cancelado – P.T. será retirado da PSN

Depois de muita especulação em relação ao futuro de Silent Hills, a pior das hipóteses parece estar mais próxima de acontecer e o jogo de terror da Konami pode nem ver a luz do dia.  

Mistério Hideo Kojima continua

Depois de termos noticiado que o nome de Hideo Kojima tinha desaparecido dos cabeçalhos dos jogos Metal Gear Solid, antecipando uma eventual saída sua da produtora Konami, novos desenlaces chegam até nós.

Se bem se recordam, há uns dias noticiámos que a frase “A Hideo Kojima game” (Um jogo de Hideo Kojima) e os logótipos da empresa Kojima Pro tinha sido removidos dos jogos Metal Gear Solid. Também as contas Twitter e referências online passaram a usar contas directas da Konami. Isto alimentou diversos rumores de que Kojima teria deixado a produtora Konami no final do ano fiscal Japonês.

Entretanto, outros jogos onde Kojima tem a sua marca, como o velhinho Zone of Enders, ou o futuro reboot da série de terror Silent Hills, também ficaram sem qualquer referência ao produtor ou à sua empresa Kojima Pro. Numa reviravolta algo estranha, porém, o nome de Kojima voltou agora a figurar nas imagens de promoção de dois jogos: Metal Gear Solid: The Legacy CollectionMetal Gear Solid 3: Snake Eater 3D, segundo a Videogamer.

Tudo isto nos parece uma autêntica telenovela. Se há ou não divergências entre Hideo Kojima e a Konami, deverá tudo ser bastante trivial para os fãs das séries por onde passou o carismático produtor. Também tudo pode passar por uma simples manobra de marketing ou simples ajuste da Konami. Na pior das hipóteses, a cisão pode ter mesmo acontecido por divergências. Se assim for, o legado de Metal Gear Solid está consolidado. Até porque este MGS V: The Phantom Pain, ao que tudo indica, foi mesmo o último jogo de Snake e companhia.

Fonte: Videogamer

Kojima poderá ter deixado a Konami

Com Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain a ser lançado já a 1 de Setembro deste ano, parece que o seu mentor Hideo Kojima pode ter abandonado as suas funções na produtora e editora Konami. Para já, os rumores só parecem ganhar força.

Este Tweet a pedir a todos os seguidores de Metal Gear Solid V para seguir o jogo numa conta oficial, parece confirmar um rumor de que Hideo Kojima, proprietário desta conta, poderá ter deixado a Konami no fim deste ano fiscal (a 31 de Março no Japão), conjuntamente com dezenas de outros funcionários do seu estúdio Kojima Pro. Todas as referências à Kojima Pro, inclusive o célebre logótipo da raposa (Fox) do estúdio e outras notas relacionadas com Hideo Kojima e o seu envolvimento no jogo, estão lentamente a ser removidas dos sites oficiais e informações promocionais.

O rumor só ganha força perante outras evidências. Até agora sempre que MGS5 foi apresentado aparecia um cabeçalho que dizia “A Hideo Kojima game” (Um jogo de Hideo Kojima). Essa frase já não figura nas imagens oficiais de promoção. Os estúdios Kojima Pro LA agora são chamados de Konami Los Angeles Studio. Também o endereço do website do estúdio é agora redireccionado para o da Konami.

Numa resposta ao site Videogamer, a Konami afirmou que “Kojima continuará a desenvolver e apoiar produtos Metal Gear”. Uma resposta críptica que convida ainda a aguardar por “anúncios futuros”.

Já no início deste mês, Hideo Kojima tinha falado no “fim de um ciclo” e que este seria “o último Metal Gear Solid”. Custa-nos sempre ouvir estas afirmações, sobretudo em jogos de tanto sucesso e com tantos fãs. Que futuro nos reserva Metal Gear se Kojima sair da produção da série? Vamos ficar atentos a novos desenvolvimentos nesta história.

Fonte: VG247

Novas imagens de Metal Gear Solid 5

Hideo Kojima, o produtor visionário da série Metal Gear, publicou mais algumas imagens de Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain para aguçar o apetite dos fãs. Embora não tenham muita qualidade, visto terem sido feitas fotografando o monitor do seu computador, oferecem mais alguns detalhes sobre o estado de Naked Snake. Sobretudo, depois do final abrupto do prólogo Ground Zeroes.

Nas imagens, num helicóptero em voo, um ensanguentado braço mecânico apoia Snake, enquanto a célebre personagem pouco vestida Quiet aparece no outro lado do aparelho. Kojima explica que o herói está a “tirar uma pausa” e não adianta mais nada.

Era bom que esta “pausa” acabasse rápido porque Metal Gear Solid 5: The Phantom Pain continua sem data definida de lançamento, estando vagamente apontado para algures no ano transacto.

Toda a colecção de Metal Gear em Junho na PS3

De forma a celebrar os 25 anos de Metal Gear Solid, a Konami vai lançar, já em Junho, a edição Metal Gear Solid: The Legacy Collection, que inclui os originais Metal Gear e Metal Gear 2 para a PlayStation 3. 

Desafio Gamer 250 Dias – Dia 5

0

Dia 5 – O game com um dos seus chefões preferidos

Metal Gear Solid, da primeira PlayStation, não só tem os “chefões” mais épicos, como tem o mais marcante – Psycho Mantis!
Já falei aqui no WASD sobre os bosses mais marcantes e não foi por acaso que coloquei o Psycho Mantis no topo da lista, este sacana fez me perder várias horas até descobrir uma maneira de o derrotar. 

Kojima mostra o seu novo motor gráfico já no próximo mês

O mítico Hideo Kojima, criador da famosa séria Metal Gear irá fazer uma demonstração em Agosto onde irá mostrar o seu novo motor gráfico intitulado de FOX Engine.
Embora Kojima diga que ainda não esteja concluído, diz-se preparado para mostrar publicamente. Provavelmente será o seu Project Ogre, um projecto fechado a sete chaves que ainda há pouco tempo se pensou que fosse um novo Metal Gear Solid, mas a Konami rapidamente desmentiu. 

Metal Gear Solid 4 finalmente terá troféus!

Um dos primeiros best sellers da PlayStation 3 vai finalmente receber os adorados troféus depois de muitos rumores em torno deste assunto, Hideo Kojima acaba por ceder e disse numa entrevista à Famitsu que Metal Gear Solid 4 terá suporte para troféus. 

Últimas notícias

Últimas análises