Vencedores dos Golden Joystick Awards 2021

22

Embora não sejam os maiores galardões da indústria, há vários anos que os prémios Golden Joystick parecem antever quais serão os verdadeiros Jogos do Ano. Este ano, há claros vencedores nos Golden Joystick Awards 2021. Alguns até poderão surpreender.

Organizados pelo site GamesRadar, este prémios costumam ser um pouco toldados pelos bem mais populares The Game Awards, lá mais para o final do ano. Obviamente, pela sua antiguidade, são ainda assim uma interessante “medição de pulso” do que de melhor se fez num ano de produção de videojogos. E as categorias são bem mais directas ao assunto, convenhamos. Este ano há duas novas categorias, o Melhor Hardware de Gaming de Todos os Tempos e O Melhor Jogo de Todos os Tempos, dois prémios um tanto pretensiosos.

Se desejarem poderão acompanhar a cerimónia completa através deste link. Se não tiverem a devida paciência, podem conhecer os vencedores na lista em baixo:

  • Melhor Enredo – Life is Strange: True Colors
  • Melhor Título Multi-jogador – It Takes Two
  • Melhor Áudio – Resident Evil: Village
  • Melhor Design – Ratchet and Clank: Rift Apart
  • Melhor Expansão de Conteúdo – Ghost of Tsushima: Iki Island Expansion
  • Jogo Mobile do Ano – League of Legends: Wild Rift
  • Melhor Hardware de Gaming – PS5
  • Melhor Jogo Indie – Death’s Door
  • Estúdio do Ano – Capcom
  • Melhor Performance – Maggie Robertson (Lady Dimitrescu)
  • Prémio de Inovação – Housemarque
  • Melhor Comunidade – Final Fantasy 14
  • Prémio “Ainda a Jogar” – Final Fantasy 14
  • Jogo do Ano no PC – Hitman 3
  • Jogo do Ano na Nintendo – Metroid Dread
  • Jogo do Ano na Xbox – Psychonauts 2
  • Jogo do Ano na PlayStation – Resident Evil Village
  • Jogo Mais Desejado – Elden Ring
  • Prémio da Crítica – Deathloop
  • Jogo do Ano “Ultimate” – Resident Evil Village
  • Melhor Hardware de Todos os Tempos – PC
  • Melhor Jogo de Todos os Tempos – Dark Souls
Algumas escolhas são, de facto, pouco consensuais. Enquanto que outras são bastante lógicas. Com milhões de votações do público, porém, pode muito bem ser o melhor retrato da opinião geral da indústria. Mas, é perfeitamente normal que não concordem, claro.