Vários projectos Silent Hill nos planos na Konami

26

Conforme previsto, a Konami mostrou ontem o que tem planeado para a franquia Silent Hill numa transmissão em directo. Pelo menos três jogos e dois outros projectos estão apontados para o futuro.

Temos de dizer que, afinal, a Bloober Team mentiu… bom, mais ou menos. No passado, quando foi anunciada uma sua parceria com a Konami, especulou-se que a produtora experiente em títulos de terror estivesse a trabalhar num jogo desta franquia. Na altura, a produtora afirmou que não. Afinal, está mesmo a trabalhar nisso. Nas suas mãos estará (só) o remake de Silent Hill 2. Para quem não sabe, este é o jogo mais aclamado da série, um marco na história dos títulos de terror.

Embora o trailer não seja muito extensivo, mostra uma clara modernização do visual, além de um reposicionamento da câmara de jogo, numa perspectiva mais tradicional do género. De resto, parece fiel à célebre história de James Sunderland e a sua macabra viagem por Silent Hill em busca da sua falecida esposa. Não tem data mas sabemos que será um exclusivo de 1 ano na PlayStation 5 e será também lançado no PC.

Outro jogo apresentado ontem foi Silent Hill: Townfall. Este outro jogo desenvolvido pela No Code e editado pela Annapurna Interactive é um autêntico mistério. Não há muito a reter do vídeo de uma pequena televisão portátil que se liga e mostra sinais crípticos e o diálogo em “voz off”. A produtora é aclamada pelos seus jogos de puzzle Stories Untold ou Observation, pelo que se espera um título à altura.

Pela mão da Neoboards Entertainment, os mesmos por detrás de Resident Evil: Resistence e RE:Verse, vem aí também Silent Hill: F. Este jogo passar-se-á no Japão dos anos 60 com uma nova história inédita e uma direcção criativa do aclamado Ryūkishi07. Este é mais um jogo sem data marcada mas cuja premissa nos parece francamente positiva.

O próximo “jogo” é um pouco fora do vulgar. Na verdade, não é bem um jogo tradicional mas uma série de streaming interactivo chamada de Silent Hill: Ascension. Nesta experiência, um grupo de espectadores decide como a história terminará, com a Konami a dizer que “a comunidade inteira formulará o cânone de Silent Hill”. O que é algo enigmático só por si. Esta série de Jacob Navok e co-produção da Bad Robot, tem estreia marcada para Julho do próximo ano.

Também ficámos a saber que um novo filme está em fase de concepção para esta franquia. Return to Silent Hill inspira-se na história do segundo jogo da série, com uma história semelhante da busca do protagonista pela sua esposa. Neste vídeo, os produtores do novo filme explicam a sua inspiração e o que podemos esperar deste próximo filme já em produção. O que é muito importante de reter, é que a produção parece querer respeitar o material original.

Curiosamente, não vimos nada do recentemente descoberto “Silent Hill: The Short Message”. O título mantém-se registado e não foi alterado. Poderia ser apenas um “engodo” da Konami para desviar as atenções dos jogos reais. Ou, então, um nome de código de algum destes jogos apresentados. Mas, para quê dar-se ao trabalho de o registar?

Seja como for, é bom ver que uma franquia aclamada é renascida com vários projectos. Nem todos os anúncios são o que os fãs esperavam mas ninguém está a reclamar. Considerando que a Konami mudou tanto nos últimos anos, praticamente abandonando os jogos mainstream a dada altura, trazendo coisas falíveis nas suas maiores franquias, esperamos sinceramente que Silent Hill “renasça qual fénix”. Já agora, façam o mesmo com Metal Gear Solid