Valve apresenta consola Steam Deck

22

Depois de experimentar (e falhar) o formato de consola caseira com as míticas Steam Machines, a Valve volta à carga neste apetecível mercado, inspirando-se agora no conceito de consola portátil. Eis a nova Steam Deck, já disponível em pré-encomenda.

Não se deixem enganar. Este não é um novo modelo da Nintendo Switch… mas, até parece… vagamente. Com a consola híbrida da Big-N, porém, não partilha quase nada no seu “miolo” e nas capacidades técnicas. A Steam Deck é um conceito muito diferente de consola, que tira proveito de três mundos: a vasta biblioteca de jogos do Steam, a constante procura por portabilidade e a reputada tecnologia RDNA 2 da AMD.

Este é, na prática, um PC portátil para jogar, incluindo os comandos de controlo no próprio dispositivo. Lá dentro está um processador da AMD, mais precisamente um APU que inclui um processador Zen 2 até 3.5GHZ e um GPU RDNA 2 de 1.6GHz, muito semelhante aos que equipam as consolas PS5 e Xbox Series X|S. Como armazenamento, contem com três opções: Uma drive eMMC de 64GB ou uma SSD NVMe, com capacidade de 256GB ou de 512GB. Terão também possibilidade de expansão de armazenamento via USB-C ou cartões microSD.

Os controlos são compostos por vários botões e gatilhos, assim como dois comandos analógicos e dois painéis tácteis. A consola também possui um ecrã táctil multi-touch de 7” com resolução até 1280X800 (16:10) e um prático sistema de giroscópio de seis eixos. Além disto, contem com uma essencial ligação Wireless de duas bandas, Bluetooth, tomadas Jack 3.5mm e USB-C, colunas estéreo incorporadas e uma bateria interna de 40Wh, com uma duração aproximada de 7 horas. Opcionalmente, podem também adquirir uma doca para ligação fácil em casa, esta vendida em separado e cujo preço e disponibilidade serão revelados mais tarde.

A promessa da Valve é que o hardware é capaz de correr jogos AAA, tendo até demonstrado alguns títulos sonantes, como Star Wars Jedi: Fallen Order, DOOM: Eternal ou Control. A consola tem acesso à inteira biblioteca do Steam, obviamente dando acesso aos vossos jogos que tenham adquirido na plataforma. Usa como sistema operativo o SteamOS e tira proveito de um menu renovado e com a opção de resumir quase instantaneamente os jogos pausados.

Claro que esta tecnologia tem um preço elevado a pagar. Conforme já dissemos, a consola tem três versões de armazenamento. A versão 64GB (eMMC) tem um custo de 419€, a de 256GB (NVMe) custará 549€ e a mais apetecível com 512GB (NVMe) custará 679€. Poderão já pré-reservar as consolas a partir de amanhã 16 de Julho através da plataforma Steam. A tal doca e outros acessórios possíveis serão revelados mais tarde.

As consolas Steam Deck serão lançadas em Dezembro deste ano.