Uma passadeira rolante para jogar Death Stranding

24

Embora recebido com imensos elogios pela crítica especializada e fãs, para alguns Death Stranding de Hideo Kojima podia ser descrito como um autêntico “simulador de caminhada”. Nesse sentido, a engenhoca de Allen Pan não podia ser mais irónica.

A ideia de Pan, um engenheiro electrónico, era ganhar hábitos de exercício físico, aliando a isso um jogo de computador como fonte de incentivo. Para isso, ligou uma passadeira rolante usada para exercício à sua PlayStation 4 como se de um comando Dualshock 4 se tratasse. O resultado está à vista:

O analógico esquerdo do comando, foi substituído pelo eixo criado pela passadeira. O processo de adaptação é bastante complexo mas é explicado com algum pormenor (e humor) no vídeo. Como o jogo envolve andar tanto, tanto Pan como os amigos que convidou, conseguiram demonstrar o potencial deste “casamento” improvável. Até mesmo usando mochilas e elásticos para simular peso e aumentando a velocidade para colocar a personagem a correr em jogo. Exercício (e cansaço) garantido.

Apostamos que se os jogos tivessem de ser jogados assim, não só os mais novos não passavam tanto tempo na consola, como os pais não se importavam tanto com o tempo gasto pelos filhos a jogar.