Folding@Home combate o COVID-19 com super-computação

28

Tornado famoso na velhinha PlayStation 3 com uma aplicação presente nessa consola, o Folding@Home acaba de ultrapassar cinco vezes a capacidade de processamento dos computadores mais potentes do mundo. A justificação é o combate ao infame coronavírus.

Para quem não conhece, o Folding@Home é um serviço baseado na Universidade de Washington que há anos tem vindo a usar o processamento de computadores de voluntários em todo o mundo para ajudar na investigação de vários projectos científicos. Recentemente, a investigação da COVID-19 entrou no leque de projectos e a sua capacidade de processamento já está a bater recordes.

Neste momento, o projecto está a correr acima de 1 ExaFLOP de processamento, mais precisamente, 1,500,000,000,000,000,000 de operações por segundo, distribuídas obviamente por milhões de processadores na rede mundial. Isto traduz-se em mais de 5 vezes que o computador mais potente do mundo, o “Summit” da ORNL. Para terem uma ideia, esta capacidade processamento é o equivalente a termos um PC gigante com 62,500 Nvidia Titan RTX ligadas em série. Quantos fps dava isto?

Esta é uma luta árdua na forma de processamento de proteínas, com o objectivo de encontrar curas ou tratamentos para doenças graves, como cancro, Alzheimer ou Parkinson, mas também doenças virais como a Dengue, Zika, Ébola e, recentemente, também o SARS-CoV-2, o coronavírus que causa a famigerada COVID-19.

E qualquer um pode participar para ajudar neste esforço comunitário de escala mundial. Para isso, basta doar o poder de processamento do vosso PC, descarregando a aplicação Folding@Home e juntando-o à gigante rede mundial. Eis os passos para o fazer:

 

  • Dirijam-se ao site oficial de downloads e descarreguem o cliente baseado no vosso sistema operativo.
  • Instalem o cliente como normalmente fariam em qualquer outro programa.
  • Nas opções, podem escolher parâmetros tão básicos como a forma de arranque (com o sistema operativo ou manualmente) ou se preferem que o software corra com o PC inactivo (idle), algo que recomendamos.
  • Não precisam gerir nada mais no programa. O software actua sozinho e liga-se à rede de forma automática. Há um ícone na barra de tarefas para consultarem o estado e parar o processo caso precisem.
  • Recomendamos também que não tenham o software a correr ao mesmo tempo que jogam algo pesado. Também não recomendamos que usem 100% do vosso CPU ou GPU, excepto se não estiverem a usar o PC para mais nada.

Para mais informações dos objectivos e âmbito do projecto Folding@Home, visitem o site oficial. Para verem estudos e frutos deste projecto ao longo dos anos e a forma como contribuiu para avanços científicos, consultem esta página da Wikipedia.