The Coalition aponta ao futuro e Gears 5 perde funcionalidades

35

Agora que a The Coalition tem “mostrado trabalho”, parece empenhada em novos projectos futuros. Por causa disso, o suporte para Gears 5 começa a abrandar, começando com a perda do editor de mapas.

Para todos os efeitos, remover um editor de mapas não faz muito sentido para reduzir o suporte de um jogo. É até difícil de justificar, já que é uma ferramenta para que os fãs ajudem na sua longevidade. Só que há sempre moderação de conteúdo, gestão e manutenção inerentes a manter um repositório de mapas personalizados.

Assim, o que esta remoção faz é permitir que a The Coalition possa realocar recursos e pessoal para os seus tais novos projectos. Isto não significa que o jogo em si perca o suporte, especialmente os ainda populares modos multi-jogador. Contudo, fica sempre no ar a ideia que o jogo vai lentamente perdendo a atenção da produção e, por consequência, também poderá perder tracção entre os fãs em consequência.

As boas notícias é que, apesar de removido o editor de mapas, os jogadores recebem na mesma os seus achievements “I Made it All By Myself” e “Homegrown Hive”. Assim, ainda poderão completar os 100% de troféus, mesmo sem o modo disponível. Se por acaso já tinham desbloqueado estes dois achievements, recebem um banner único e 10000 moedas de jogo, respectivamente.

Recordamos que Gears 5 foi lançado em 2019. Na altura, ficámos com a sensação que “a campanha continua sólida (mesmo que nem todas as ideias sejam profundas) e o online o jogo brilha como sempre (mesmo que nem tudo funcione bem)”. Ou seja, foi um bom jogo mas…

Mesmo recebendo expansões e upgrades visuais, já não parece estar a passar no “teste do tempo”. Cerca de 3 anos depois, os servidores já não estão assim tão cheios e o interesse geral começa a definhar. Assim sendo, o abrandamento no seu suporte é até aceitável.