O super imersivo StarVR já encontrou a sua fabricante

1380

A produtora Starbreeze, conhecida pela série Pay Day e pelo reboot de Syndicate, revelou em 2015 que estava a desenvolver no seu próprio hardware de Realidade Virtual a que chamou de StarVR. Desde então, não houve muito mais notícias sobre o seu desenvolvimento. Até hoje.

O StarVR Head-Mount Display, o seu nome oficial, não é tão conhecido como o PlayStation VR, HTC Vive ou o Oculus Rift, mas é a oportunidade ideal para a fabricante de hardware informático Acer entrar neste mercado. E este hardware, que chega um pouco mais tarde que a concorrência, até tem muitos entusiastas interessados ao prometer algumas diferenças da sua competição.

https://youtu.be/GADtniiZL9c

O que se destaca dos outros sistemas é o maior ângulo de visão horizontal que pode chegar aos 210º, contra os 110º que o Oculus Rift ou o HTC Vive são capazes. Como tal, a resolução também é mais elevada, chegando a 5120×1440, em comparação com os Oculus Rift oferecerem uma resolução de 2150×1200. Com estas especificações, a produtora promete mais imersão que a concorrência.

A parceria com a Acer é a chave para o seu sucesso. A Starbreeze é uma empresa pequena e não tem os meios de investimento do Facebook (Oculus Rift), Valve ou PlayStation. As duas duas empresas do StarVR estão neste momento a negociar a melhor abordagem para a sua nova jornada, sobretudo face ao mercado tão saturado de ofertas na realidade virtual.