Sony adquire a Bungie, criadora de Halo e Destiny

78
Logo Mockup Collection by Asylab

Como a Bungie cortou relações com a Activision para se tornar uma produtora independente, esta notícia surge com alguma surpresa. A Sony acaba de anunciar a aquisição do estúdio, fazendo agora parte dos crescentes PlayStation Studios.

O negócio fez-se por 3.6 mil milhões de dólares, dando à Sony os direitos sobre o estúdio e sobre a franquia Destiny. Contudo, a garantia da Bungie é que a sua gestão continuará a ser própria e a produção continuará a ser multi-plataforma. Até porque Destiny 2 foi já lançado em várias plataformas e já há planos para todas até 2024. Isto não significa que seja assim para sempre, talvez com a Bungie a produzir um ou outro jogo exclusivo futuro ou que crie DLC ou expansões exclusivas para as PlayStation. Só o tempo o dirá.

Esta aquisição vem na esteira de outra grande compra, a da Activision+Blizzard por parte da Microsoft. Também nesse caso foi dito que se honrariam os compromissos multiplataforma das franquias mas já no passado a Microsoft “fechou as portas” às demais plataformas com jogos exclusivos de estúdios adquiridos, como foi o caso da Bethesda.

Esta luta por aquisições de estúdios tem sido galopante. E não são apenas a Microsoft ou a Sony na corrida. Prevê-se um futuro incerto para os grandes estúdios e editoras. A continuar assim, um dia os gigantes compram todos os estúdios, açambarcam-nos e restringem os jogos às suas plataformas. E, assim, os jogadores deixam propriamente de ter escolha onde jogar. Se desejarem um título, terão de possuir a consola apropriada. Se chegarmos a esse ponto, todos perdem.