Servidores de Battleborn encerrados de vez

25

Ainda se lembram de Battleborn? Nascido da “febre” gerada pelo shooter MMO Overwatch, o título da Gearbox Software tinha tudo para vingar mas nunca o conseguiu. Neste fim de semana, os seus servidores online foram finalmente desligados.

Não é algo de admirar. Aliás, se há algo para nos admirarmos é que o fim deste jogo só chegue realmente agora. A sua última actualização de título foi anunciada em Junho de 2017 e implementada no mês de Outubro do mesmo ano. A última mexida da produção ocorreu em 2019, com a remoção de divisa em jogo, comprada até então com microtransacções.

Para um jogo lançado em 2016, com ambições desmedidas de reproduzir uma fórmula já vista, para depois se converter em Free To Play e “viver” de compras de artigos de cosmética, não só teve uma vida algo curta, como se pode considerar um falhanço da Gearbox e da editora 2K Games. No passado fim de semana, a produção finalmente “puxou a ficha”, com um adeus sem grande pompa ou circunstância.

Alguns dos poucos jogadores ainda fiéis a foram surpreendidos com o encerramento dos serviços online, com uma mensagem publicada no arranque (acima, partilhada no subreddit do jogo) que impede os jogadores de progredir até mesmo para o modo de carreira, uma vez que este dependia de uma ligação online. No rigor, um jogo de 2016 já não pode ser jogado. Não era possível tornar, pelo menos, o modo carreira offline?

Na nossa análise de 2016 a Battleborn, dissemos “tem um ADN muito próprio como um MOBA divertido e viciante”. Infelizmente, não foi o suficiente para convencer os jogadores.