(Actualização 2) Amazon terá lançado oferta para compra da Electronic Arts

64

Durante o fim de semana, obviamente, nada aconteceu para concretizar este potencial negócio entre a Amazon e Electronic Arts. Eventualmente, a própria fonte da notícia acabou por admitir que se precipitou.

Lendo o mesmo artigo citado em baixo no site USA Today, o corpo da notícia foi alterado para dizer textualmente que “a Amazon não deverá fazer a proposta para compra da EA”, alterando também completamente o seu contexto, literalmente desmentindo-se.

Isto foi feito porque, de acordo com a nota anexada, a versão da notícia publicada anteriormente e que deu alguma legitimidade aos rumores, “violava os padrões editoriais do site”. Por outras palavras, o site retratou-se e “corrigiu” a notícia, provavelmente porque alguém se apercebeu que o site se tinha precipitado em noticiar um mero rumor sem fundamento.

Esta alteração veio depois do site CNBC ter praticamente desmentido o artigo (ver em baixo a Actualização 1), citando fontes directas. Isto não evitou a subida galopante do preço das acções da EA, algo que, eventualmente, se nivelou ao final do dia.

Tudo leva a crer que, por agora, este negócio não avançará. Notem, porém, que há imensa prudência no que é dito, nunca afirmando que o negócio é impossível ou que não estivesse algures no tempo em cima da mesa. É bem provável que a intenção exista mas que os eventos da passada sexta-feira tenham sido extrapolados. Por agora, fiquemos por aqui mas… não se admirem que no futuro algo aconteça.

Só a título de curiosidade, há uns tempos o rumor era que a Apple ou a Disney estivessem também em vias de adquirir a EA. O que deixa no ar uma ideia francamente estranha que alguém quer que a EA seja vendida a todo custo, criando estes rumores. Algum accionista insatisfeito?

[Actualização 1 de 26 de Agosto]

Perante o hype desta notícia e as suas possíveis repercussões no mercado de valores, o site CNBC avançou que, segundo as suas próprias fontes, o negócio não deverá concretizar-se.

O canal avançou que o rumor terá sido lançado de um site de entretenimento Sueco. A forma como ganhou tracção, porém, foi impressionante. O resultado, para já, foi uma subida acentuada nos valores de acções da EA que, lentamente, estão já a recuar para valores normais pelo que parece ser a confirmação de um rumor.

Até à hora desta actualização, nem a Amazon nem a Electronic Arts se pronunciaram quanto ao rumor. Continuaremos atentos a alguma eventual novidade neste possível negócio.

[Notícia Original]

A ser verdade, será mais uma daquelas “notícias-bomba”, como foram, por exemplo, as compras da Activision ou da Bethesda por parte da Microsoft. Será que a Amazon vai mesmo adquirir a Electronic Arts?

Com o seus altos e baixos da EA é das maiores empresas desta indústria, sendo também uma das mais antigas e constantes. Além das franquias de desporto da EA Sports, conta com várias outras de enorme audiência, como Battlefield, Apex Legends, Need for Speed, entre outras, contando ainda com uma fortíssima presença no mercado mobile.

Segundo os mais recentes rumores que surgiram de várias fontes, inclusive o jornal USA Today, a gigante de entretenimento Amazon terá efectuado uma oferta de aquisição à EA e, ao que parece, esta foi aceite. A tal ponto está “confirmada”, que as mesmas fontes avançam que hoje mesmo, durante o dia, chegará o anúncio oficial.

A par da Ubisoft, que tem vindo a resistir a tentativas de aquisição (até ver), a Electronic Arts, mesmo com investidores externos, é a última grande editora que mantém a sua independência. A confirmar-se, a gigante de Jeff Bezos torna-se instantaneamente detentora de uma importantíssima fatia de mercado. Vamos aguardar por mais desenvolvimentos.