Rockstar Games pede desculpas por GTA: The Trilogy

20

De “definitiva”, esta reedição teve muito pouco. Já tínhamos dado conta de alguns problemas para Grand Theft Auto: The Trilogy – Definitive Edition mas nada nos preparou para o descalabro que foi este lançamento.

Nos últimos dias a Internet foi inundada de vídeos e imagens absolutamente humilhantes para o que a Rockstar Games considera serem “remasterizações” de Grand Theft Auto 3, Grand Theft Auto: Vice City e Grand Theft Auto: San Andreas. Numa sucinta pesquisa, encontrarão comparações entre os jogos clássicos e estas remasterizações onde poderão ver modelos, texturas e animações que, basicamente, pioraram em vários aspectos. Em algumas ocasiões, é até possível que estes erros quebrem a jogabilidade.

Embora não pudéssemos analisar o jogo, o que fica no ar olhando à distância é que a produção se ficou por um simples polimento superficial, focando-se em aspectos menos importantes, como melhorar a definição das texturas mas “esquecendo-se” de melhorar modelos e animações. O resultado é muito oscilante, com faces estranhas, inteligência artificial suicida, carros que voam, “buracos” no chão do cenário, modelos corporais distorcidos, etc.

Assim sendo, a Rockstar Games só tinha de pedir desculpas. Numa nota pública, a produção fala de “erros inesperados” na trilogia, pedindo desculpa a quem os encontrou. Segundo consta, os jogos não foram lançados “num estado que reflicta os padrões de qualidade” da produtora e dos fãs. O que parece indicar uma certa falta de controlo de qualidade, uma vez que é essa fase de desenvolvimento que deve encontrar os erros, não o público.

Contudo, diz a Rockstar, os erros serão abordados e melhorias para cada jogo estão já planeadas. Há já uma actualização no ar e há mais prometidas para resolver todas as questões. Essa é, pelo menos, a promessa da produtora e editora. Entretanto, a empresa irá voltar a colocar à venda as versões clássicas dos jogos, além de as oferecer a quem já tinha adquirido esta trilogia remasterizada.

Numa nota menos positiva, a Rockstar fala ainda de elementos da produção que estarão a ser acossados nas redes sociais pelo seu envolvimento nesta trilogia. A nota pede “um discurso respeitoso e civilizado” enquanto trabalha em resolver os problemas. Não há, de facto, justificação para estes ataques públicos.