Requisitos técnicos para Assassin’s Creed: Origins

576

Depois de uma longa pausa de um ano, a lendária série da Ubisoft está de volta com Assassin’s Creed: Origins. E todas as imagens que temos visto impressionam pela qualidade visual. Resta só saber o que precisamos para ter toda essa qualidade em casa.

Como constataram durante a última E3, toda aquela qualidade demonstrada só foi possível com o hardware de uma Xbox One X. No entanto, é esperada uma performance igualmente interessante na PlayStation 4 Pro e é óbvio que onde o jogo irá realmente brilhar será num PC devidamente apetrechado.

A optimização da produção do estúdio de Kiev da Ubisoft levou a que os resquisitos mínimos que garantem 30FPS a 720p não seja assim tão exigentes. No entanto, se querem algo como 4K sem limite de FPS, então terão de se esforçar um pouco mais. Felizmente, poderão colocar um limite máximo de FPS de acordo com a vossa máquina.

 

Requisitos mínimos (720p, Preset “Lowest”)

  • SO: Windows 7 SP1, Windows 8.1, Windows 10 (64 bits apenas)
  • Processador: Intel Core i5-2400s @ 2.5 GHz ou AMD FX-6350 @ 3.9 GHz ou equivalente
  • Placa Gráfica: NVIDIA GeForce GTX 660 ou AMD R9 270 (2GB VRAM com Shader Model 5.0 ou superior)
  • Memória: 6GB RAM

Recomendado (1080p, Preset “High”)

  • SO: Windows 7 SP1, Windows 8.1, Windows 10 (64 bits apenas)
  • Processador: Intel Core i7- 3770 @ 3.5 GHz ou AMD FX-8350 @ 4.0 GHz
  • Placa Gráfica: NVIDIA GeForce GTX 760 ou AMD R9 280X (3GB VRAM com Shader Model 5.0 ou superior)
  • Memória: 8GB RAM

De notar que a Ubisoft faz saber que não é preciso ligação online para jogar, mas é necessária uma ligação única para activação nos seus servidores e para algumas interacções pontuais. Ao nível de comandos, o jogo será inteiramente compatível com os comandos Xbox 360, Xbox One e Xbox One Elite. A instalação ocupará um espaço em disco na ordem dos 45GB.

 

Assassin’s Creed Origins será lançado no final deste mês a 27 de Outubro para a PlayStation 4, Xbox One e PC.