Remedy anuncia remakes de Max Payne e Max Payne 2

22

O relutante agente policial com propensão para disparar em câmara lenta via regressar em breve. A Remedy Entertainment anunciou um acordo com a Rockstar Games para remakes de Max Payne e Max Payne 2.

Tal como aconteceu nos jogos originais, a produção será da Remedy, mas o financiamento e edição serão da Rockstar, ainda detentora dos direitos da franquia. Os jogos serão recriados no motor gráfico Northlight, o mesmo usado para criar Control e Alan Wake 2.

O que acontecerá nestes remakes? Terão alguma novidade de assinalar ou manter-se-ão perfeitamente fiéis aos originais, apenas melhorando o visual? Não sabemos, é algo que a Remedy ou a Rockstar deverão explicar nas próximas semanas. Uma coisa é certa, com as sequelas de Control em parceria com a 505 Games, com Alan Wake 2 e ainda outro título em parceria com a Tencent, não devem esperar novidades tão cedo.

O primeiro Max Payne foi uma revolução no género de acção. Além de uma narrativa noir e adulta, introduziu em jogo o conceito do “bullet times” herdado dos filmes The Matrix. Ou seja, a possibilidade de desacelerar o tempo e usar essa mecânica para ajudar nos tiroteios, tanto a alvejar, como a desviar de balas.

O segundo título de 2003 foi também um sucesso, um pouco na esteira da boa recepção do primeiro jogo. Infelizmente, então apenas na mão da Rockstar, Max Payne 3 de 2012 não teve a mesma recepção ou sucesso, um pouco porque o seu estilo e jogabilidade foram amplamente modificados.

O que sabemos é que Max Payne e Max Payne 2: The Fall of Max Payne serão recriados para a PlayStation 5, Xbox Series X|S e PC numa data por anunciar.