Remake do primeiro The Witcher será de mundo aberto

13

O primeiro The Witcher estava, de facto, a anos luz do que a CD Projekt RED alcançaria anos mais tarde com The Witcher III: Wild Hunt. Contudo, parece haver uma convergência potencial de conceitos no próximo remake.

Segundo o mais recente relatório financeiro da produtora e editora Polaca, o remake de The Witcher, o tal produzido por ex-elementos da CDPR que fundaram o estúdio Fool’s Theory, este remake dará um passo importante. Na descrição, é dito que será “um reimaginar moderno de The Witcher de 2007”, mencionando que será “um RPG narrativo, para jogar a solo e em mundo aberto”.

Embora possuísse secções amplas, o primeiro jogo era, de facto, linear, sem grande convite à exploração, tirando um ou outro caminho alternativo. Não tinha, de longe, a escala das suas sequelas. A descrição em si não fala muito mais do que o Remake trará, mas que será um jogo “open world” é, só por si, uma óptima notícia.

E não é só este projecto que está em andamento para esta popular franquia. Conforme ficámos a saber em Outubro, pelo menos quatro projectos para seis jogos estão planeados. Isto, sem contar com a sequela de Cyberpunk 2077 e outro jogo não-relacionado ainda por anunciar. Há muito no horizonte vindo da CDPR.