Refrescamento variável nesta semana na PS5

51

Conforme prometido, depois de uma fase de testes, finalmente a tecnologia VRR vai chegar à PlayStation 5. Aquilo que trará é a capacidade de usar taxas de refrescamento variável em monitores compatíveis.

Como já tínhamos explicado, VRR é a sigla da tecnologia Variable Refresh Rate. Com base no protocolo HDMI 2.1, as televisões que incluem esta capacidade podem ajustar a sua taxa de refrescamento de acordo com o jogo. Isto permite eliminar perdas ou atrasos pontuais de fotogramas que causam “rasgões” na imagem (screen tearing) e até mesmo o infame lag de inputs. É necessário ter uma televisão compatível com VRR e um cabo HDMI 2.1 ligado à consola.

A actualização para integrar a tecnologia VRR chegará nesta semana, sendo necessário que os jogos também sejam actualizados para tirar proveito da tecnologia. Isto, embora a Sony refira que mesmo jogos não compatíveis poderão beneficiar da tecnologia na PS5. Para já, estes são os jogos actualmente compatíveis com VRR, com mais a caminho:

  • Astro’s Playroom
  • Call of Duty: Vanguard
  • Call of Duty: Black Ops Cold War
  • Deathloop
  • Destiny 2
  • Devil May Cry 5: Special Edition
  • DIRT 5
  • Godfall
  • Marvel’s Spider-Man: Remastered
  • Marvel’s Spider-Man: Miles Morales
  • Ratchet & Clank: Rift Apart
  • Resident Evil: Village
  • Tiny Tina’s Wonderlands
  • Tom Clancy’s Rainbow Six: Siege
  • Tribes of Midgard

Assim, nestes jogos é possível que notem um aumento na performance do jogo, ao nível de fotogramas por segundo (fps), por vezes acima do limite actual (geralmente 60fps), além de uma melhoria na fluidez da imagem em movimento. Noutros títulos não compatíveis, apenas notarão uma melhor fluidez, com os fps bloqueados ao valor de origem.

De notar que a taxa de refrescamento variável é apenas novidade nas consolas PS5. As tecnologias Nvidia G-Sync e AMD FreeSync já anda no PC há alguns anos e a própria rival Xbox Series X já anteriormente tinha implementado a compatibilidade com o VRR. Com o advento de novos televisores e monitores Sony com esta tecnologia, era uma questão de tempo até a PS5 receber esta compatibilidade.