Produtora de Returnal aconselha a desligar as actualizações da PS5

15

As actualizações de um sistema complexo como a PlayStation 5 ou nos jogos, visam melhorar a performance ou até corrigir erros. Ora, por causa do jogo Returnal, a Housemarque aconselhou os jogadores a desligar as actualizações automáticas da consola.

A ideia, segundo a produtora, é evitar que os jogadores percam o progresso do jogo, uma vez que também aconselham a deixar a consola no modo “rest” para contornar a falta de savegames. Se a sugestão de deixar a consola em “stand by” é já um pouco controversa, aconselhar a desligar as actualizações também não será muito famosa.

Notem que a consola não actualiza software assim tão frequentemente. Contudo, uma nova versão de um jogo ou do próprio firmware da consola pode ser lançada sem aviso, obrigando a um encerramento do jogo ou até a um reinício automático. Se estiver em “stand-by” para não perder o progresso deste jogo (ou outro), obviamente perder-se-á esse progresso.

Conforme dissemos há dias, a comunidade tem-se insurgido um pouco contra a falta de “checkpoints” ou savegames em Returnal. A Housemarque preferiu não adiantar nada sobre o assunto, demonstrando-se “atenta”. O que é certo é que muitos jogadores tem revelado frustração pela dificuldade aleatória do jogo. Deixar a consola ligada para não perder toda aquela passagem e chegar a casa para ver que foi actualizada e reiniciou pode ser desolador.

Entretanto, uma actualização de título foi lançada hoje. Não há nada de extraordinariamente modificador nesta actualização, com correcções nos troféus, estabilidade, conteúdo, bugs e outras correcções. Obviamente, há aqui uma certa ironia da produtora anunciar uma actualização… e depois aconselhar a não actualizar.