Processo contra CD Projekt RED e Cyberpunk 2077 avança mesmo

41

Tal como tínhamos avançado, pelo menos duas entidades estariam a equacionar mover um processo em tribunal contra a CD Projekt RED por causa do lançamento atribulado de Cyberpunk 2077. Ao que parece, um dos processos avançou mesmo.

A firma de advogados Rosen Law Firm sediada em Nova Iorque apresentou mesmo um processo contra a CD Projekt SA, a empresa-mãe da produtora do jogo. A acusação é a de induzir os investidores em erro, omitindo ou desconsiderando os problemas técnicos previamente identificados na PlayStation 4 e Xbox One. A empresa alega que a CDPR terá deliberadamente enganado os investidores com afirmações falsas da performance do jogo antes do lançamento.

Segundo o documento entregue em tribunal, os acusadores afirma que a produção “fez alegações falsas ou enganadoras que não indicavam que (1) Cyberpunk 2077 era virtualmente impossível de jogar na actual geração de consolas Xbox ou PlayStation, devido a uma enorme quantidade de bugs; (2) como resultado, a Sony removeu o jogo da sua loja, forçando a Sony, Microsoft e CD Projekt a oferecer reembolsos para o jogo; (3) consequentemente, a CD Projekt sofreu danos de reputação e pecuniários; e (4) como resultado, as afirmações dos acusados acerca do negócio, operações e projecções foram materialmente falsas e enganadoras ou faltaram na sua base em todas as ocasiões”.

Não é claro quem originou este processo mas é sabido que a CD Projekt possui diversos investidores internacionais. Curiosamente, a firma de advogados convida mais desses investidores lesados a juntarem os seus nomes ao processo, o que pode aumentar a escala de acusação e também aumentar as sanções, incluindo o valor de uma possível indemnização.

Entretanto, embora a produção pareça parada nestes dias festivos, o jogo já teve seis pequenas correcções de título desde o lançamento. A mais recente, a 1.06, corrigiu mais um punhado de erros em missões e de lógica. Infelizmente, o jogo está ainda muito longe do seu potencial e os erros, bugs e muitos glitches persistem, tornando neste jogo, de facto, a desilusão do ano.