Primeiras horas de New World são de frustração

49

Foi um dos jogos mais concorridos durante os seus testes de acesso antecipado. Tudo levava a crer que o primeiro grande jogo dos Amazon Game Studios fosse um sucesso. Contudo, o lançamento de New World está a ser tudo menos pacífico.

Com bastante ironia à mistura, diga-se de passagem. É que apesar de contar com mais de 700.000 jogadores nas suas primeiras horas de vida, por esta altura muitos não seguiram sequer entrar nos servidores do jogo. Isto, porque a enorme procura saturou as vagas disponíveis, ao ponto de criar filas na ordem dos 3000 jogadores em espera. Há jogadores que reportaram quase uma hora de espera só para iniciar uma sessão, com muitos outros a desistir bem antes disso.

Onde está a ironia, então? É que a empresa-mãe deste estúdio, a gigante Amazon, é proprietária do colosso serviço AWS, uma das maiores soluções de servidores para cloud, nas suas versões mais robustas equipa redes como Twitter ou até a Netflix. Pelo que não faz sentido que o seu grande título online esteja a enfrentar escassez de acessos online. Seria de esperar que a Amazon simplesmente disponibilizasse mais capacidade, não?


(Gráfico de acessos via Steam através do site SteamDB)

Ainda assim, mesmo com mais de metade de meta-análises negativas, na sua maioria por causa destes problemas de acesso, o jogo parece estar a gozar da sua esperada popularidade. Espera-se que nos próximos dias a Amazon resolva esta escassez, ao mesmo tempo que a azáfama dos jogadores também se atenua um pouco, libertando alguma pressão.

Seja como for, depois de uma fase de acesso antecipado tão participada e perante a elevada expectativa, é de estranhar que esta situação aconteça para um jogo tão importante para a Amazon. Aliás, é de assinalar que o jogo não teve o marketing que seria de esperar, sem haver sequer uma representação comercial do jogo fora do universo Amazon. O que significa também, que muitos meios, como nós, nem sequer tiveram acesso ao jogo para o analisar. Há mesmo muito para aprimorar nesta nova aposta da gigante de vendas online.