PlayStation Talents premeia projectos nacionais

22

A 7ª Edição dos Prémios PlayStation Talents em Portugal ofereceu ontem mais uma “porta de acesso” a um jogo independente. Sophia and the Girl in the Past foi o grande vencedor num vasto leque de finalistas.

Desde 2015 que estes PlayStation Talents criaram uma iniciativa de apoio ao desenvolvimento de videojogos no nosso país, desafiando criadores e equipas independentes a apresentar projectos únicos. Se forem escolhidos, ganham presença na cerimónia final, onde um deles recebe o importante suporte da Sony Interactive Entertainment Portugal para o seu desenvolvimento.

Nesta edição, o escolhido para Melhor Jogo de 2021 foi o já mencionado título, criado pelo estúdio Perpétuos Games. Neste jogo, Sophia e Pearl conhecem-se através de um walkie-talkie, descobrindo que moram na mesma casa. Contudo, Pearl está nos anos 1990 e Sophia, 30 anos depois. O jogo gira em torno do chamado “efeito borboleta”, fazendo alterações ao passado que influenciem eventos no presente.

Como projeto vencedor do Prémio PlayStation Talents 2021 para Melhor Jogo, Sophia and the Girl in the Past irá receber apoio económico para o desenvolvimento e publicação do jogo por parte da SIE Ibéria. O prémio inclui 10.000€ em dinheiro, publicação do jogo na PlayStation Network, acesso a ferramentas de desenvolvimento da PlayStation, uma campanha de promoção e marketing nos canais PlayStation avaliada 50.000€ e um espaço físico em Lisboa para trabalhar no projeto durante 10 meses.

Este título, já agora, também recebeu o prémio “Games for Good” e o Prémio Imprensa, no qual o WASD também participou. Noutros lados, a cerimónia atribuiu prémios a mais projectos nacionais e esta é a lista completa:

Melhor Jogo de 2021

  • Sophia and the Girl in the Past (Perpétuos Games) – vencedor
  • The Fall of Balance (Tiago Rodrigues)
  • Universe 51 – Tannhäuser Wars (TechFrame)
  • Mizukura (Axis)

Jogo mais Inovador

  • Onis (Primis Games) – vencedor
  • METANOIA (Merakkie Studios)
  • Tamed The Unseen Show (Pop Coin Studio)
  • Helena (Rio Studios)

Melhor Arte

  • Tamed The Unseen Show (Pop Coin Studio) – vencedor
  • Breeze of Chimes (Hopoki Studio)
  • Sophia and the Girl in the Past (Perpétuos Games)
  • The Fall of Balance (Tiago Rodrigues)

Melhor Utilização das Plataformas PlayStation

  • The Fall of Balance (Tiago Rodrigues) – vencedor
  • Sophia and the Girl in the Past (Perpétuos Games)
  • Breeze of Chimes (Hopoki Studio)
  • Mizukura (Axis)

Melhor Jogo Infantil

  • Laura (PolyWeld) – vencedor
  • Mizukura (Axis)
  • Breeze of Chimes (Hopoki Studio)
  • Helena (Rio Studios)

Prémio Imprensa

  • Sophia and the Girl in the Past (Perpétuos Games) – vencedor
  • Helena (Rio Studios)
  • The Fall of Balance (Tiago Rodrigues)
  • Onis (Primis Games)

Melhor Narrativa

  • Helena (Rio Studios) – vencedor
  • Stolen Lands (Manuel Graça)
  • METANOIA (Merakkie Studios)
  • Laura (PolyWeld)

Melhor Jogo de Competição Online

  • Universe 51 Tannhäuser Wars (TechFrame)- vencedor

Prémio Especial “Games for Good”

  • Sophia and the Girl in the Past (Perpétuos Games) – vencedor
  • Helena (Rio Studios)
  • Laura (PolyWeld)
  • The Fall of Balance (Tiago Rodrigues)

De modo algum os demais projectos ficarão no esquecimento. Para chegarem a esta fase e serem seleccionados, estes títulos são bastante promissores. Eventualmente, veremos estes e outros projectos nacionais a tomar forma, tudo depende da ambição dos seus produtores.

Se produzem jogos e pretendem candidatar-se aos PlayStation Talents, fiquem atentos ao anúncio da próxima edição e da respectiva fase de candidatura. Nunca se sabe se aquele projecto que possuem aí na prateleira ganha forma e se torna no próximo vencedor.