Plague Inc. foca-se agora em salvar o mundo

27

Foi sempre um jogo algo polémico mas atingiu níveis impensáveis de infâmia por causa da famosa pandemia de COVID-19. Plague Inc. chegou mesmo a ser banido na China, embora continue a ser um dos jogos mais populares nas diversas plataformas.

A premissa deste jogo é simples. Criem uma doença viral ou bacteriológica em laboratório, espalhem-na pelo mundo, criem mutações e vejam em quanto tempo a Humanidade fica subjugada ou prevalece. Segundo a produção, o intuito do jogo é entreter, ao mesmo tempo que pode ser uma interessante ferramenta de estudo de epidemias. Os dados usados no algoritmo de jogo, também segundo a produção, são baseados em dados reais, embora afirmem que a simulação não pode ser usada como modelo credível.

Por tudo isto, aproveitando a onda de infeliz popularidade da recente pandemia, Plague Inc. teve um surto (desculpem a piada fácil) de popularidade sem precedentes. Muitos acusaram a produtora Ndemic Creations de oportunismo, mas o que é certo é que o jogo já cá estava há muito tempo antes da famigerada COVID-19. Mesmo assim, a produção quer mudar essa percepção de que este é um título mórbido a lucrar do infortúnio de milhões.

Ao longo das últimas semanas, a Ndemic tem vindo a lançar apelos e esclarecimentos quanto ao âmbito do jogo e também a enfatizar que a verdadeira ajuda e percepção da ameaça do novo coronavírus deve vir de organizações oficiais como a Organização Mundial de Saúde (OMS ou WHO) e da Coligação para a Inovação na Preparação para Epidemias (CEPI). E agora, a produção quer ir mais longe para sensibilizar os jogadores de Plague Inc., com o objectivo de salvar o mundo e não destruí-lo.

Para esse fim, a Ndemic decidiu criar um novo modo de jogo gratuito que permite aos jogadores travar o surto criado e não apenas piorá-lo ou acelerá-lo. A ideia, segundo a nota de produção é que os jogadores consigam balancear a progressão da doença fictícia por aumentar o poder dos serviços de saúde mundiais, oferecendo ferramentas como a quarentena, distância social, fecho de serviços, entre outras medidas.

Tal como na simulação criada pelo algoritmo para espalhar as doenças, também estas novas medidas irão tentar espelhar a realidade. Até agora, a única forma de combate no jogo, era a criação de uma vacina, algo moroso e inteiramente automático que, por si só, podia não chegar a ser eficaz. Com estas medidas baseadas na realidade actual, a simulação deverá ser mais próxima da realidade, sendo pelo menos mais activa. Assim, a produção tenta ajudar os vários estudos em curso por parte de alguns especialistas, recordando sempre que este é apenas um jogo e não uma “visão do futuro”.

Para além desta iniciativa, segundo a mesma nota de produção, a Ndemic também decidiu doar 250.000 dólares, divididos entre a OMS e a CEPI, no seu recentemente criado Fundo de Solidariedade. E quando esta actualização de modo de jogo chegar, deverá incluir também os devidos links para que os jogadores possam também colaborar nesta luta real, doando livremente.

A Ndemic Creations espera lançar este novo modo de jogo através actualização gratuita de Plague Inc. muito em breve.