Os bons velhos tempos de indignação dos vídeo jogos

1380

“Para onde é que a raiva deve ser dirigida? Não para os pais, mas para onde? Para os fabricantes!”

Esta é uma das várias frases que podemos ouvir no vídeo que me deparei hoje nas profundezas do Youtube. Este vídeo dirige-se exactamente para a violência dos vídeo jogos numa altura que não havia Call of Duty nem Far Cry!
O ano é 1991, a Super Nintendo está prestes a sair para o mercado com a etiqueta a marcar um valor de 200 dólares e há psicólogos a acompanhar pessoas consideradas como “Nintendo-dependentes”.
Chegam mesmo a dizer que a Nintendo “atreveu-se” a lançar uma sucessora (Super Nintendo) da Nintendo e ainda por cima ao dobro do preço.

Isto passou-se um ano antes de sair o Wolfenstein 3D e o violentíssimo Mortal Kombat, gostava de saber que opinião teriam sobre estes dois jogos, qualquer das maneiras é hilariante ver como a imprensa tratava os vídeos jogos numa altura que nem se imaginava o imenso sucesso que viriam a ter no futuro, com lucros a ultrapassar a música e o cinema!