MMO de Lord of the Rings cancelado por disputa entre empresas

18

Há algum tempo que se sabe, embora nunca de forma realmente detalhada, que os Amazon Game Studios estariam a financiar um novo jogo baseado em Lord of the Rings. Soube-se agora que este projecto terá sido cancelado por causa de uma disputa com a Chinesa Tencent.

Embora pouco fosse revelado, este era para ser um novo título online no género MMO, a ser desenvolvido pelos Amazon Game Studios em parceria com o grupo Leyou Technologies, uma holding sediada em Hong Kong. Só que, entretanto, a gigante tecnológica Chinesa Tencent adquiriu esta empresa. Ao que parece, questões contratuais terão dividido as duas partes e este projecto foi, então, cancelado.

A confirmação deste cancelamento foi dada pela própria Amazon à notícia avançada pelo site Bloomberg (site com subscrição). Num comentário de um representante, a empresa confirmou que “não conseguiram garantir termos para prosseguir com este título neste momento”, falando de “desapontamento” por não conseguir concretizar o projecto.

O que é certo e sabido é que os Amazon Game Studios não têm vindo a lançar nada de substancialmente relevante no panorama actual. Lembram-se de Crucible? Não vos censuramos se não se lembrarem, o jogo foi cancelado meses depois de ter sido lançado. E The New World foi novamente adiado há umas semanas. Resta uns quantos jogos mobile e outros projectos cancelados. Este é só mais um revés para a “aventura” em desenvolvimento de jogos da mega-corporação de Jeff Bezos.

Numa nota curiosa, a visada Leyou Technologies Holdings Limited começou como “Sumpo Food Holdings Limited”, dedicada ao comercio de… aves… Só em 2014 entrou para o mundo dos jogos por adquirir uma parte das acções da Digital Extremes (Warframe), mudando o nome e ofício em 2015. Parece caricato este passado, mas devemos considerar que a Amazon começou como uma livraria online.