Microsoft extingue Mixer para se juntar ao Facebook Gaming

32

Foi uma autêntica aventura da Microsoft esta, de querer fazer frente aos “gigantes” do streaming, como a plataforma Twitch. Essa aventura do Mixer termina agora, sem grande alcance, mesmo depois de grandes contratos de exclusividade com streamers famosos.

Não havia maior vulto no fenómeno de streaming de jogos que um tal de “Ninja”. Quando ele e outros streamers anunciaram que passariam a usar a nova plataforma Mixer da Microsoft para as suas sessões, parecia o “golpe” perfeito. Mas, pelos vistos, não bastou essa manobra para o serviço “vingar” neste meio tão competitivo.

Não se sabe ao certo o motivo real do fim desta plataforma mas até podemos adivinhar. Apesar de mostrar-se bastante estável e bem integrada no universo Xbox, simplesmente não possuía a audiência necessária para se tornar importante, num meio dominado pelo Twitch. Pode ser que o recém-chegado Facebook Gaming consiga fazer frente, mas o Mixer, sozinho, tinha poucas hipóteses.

Numa entrevista ao site The Verge, o próprio “patrão” da Xbox falou nesse mesmo factor. “Começámos bastante atrás em termos de espectadores activos mensais, comparando com os “grandes” do meio”, disse Spencer. E sobre a nova parceria com a recém-chegada plataforma, Spencer acha que “a comunidade Mixer vai beneficiar da maior audiência que o Facebook tem através das suas propriedades e capacidade de chegar aos jogadores”.

Quanto aos óbvios contratos milionários com “Ninja” e companhia, nada é mencionado. Contudo, numa outra notícia no mesmo site The Verge, a direcção do Facebook Gaming diz que os streamers são “livres de se juntar novamente ao Twitch ou transmitir no Facebook Gaming”. Um claro descartar de qualquer vínculo, até porque parece que esta nova plataforma não parece apostar muito em personalidades (pelo menos, até agora).

Aqui entre nós, tirando os streamers mais famosos que sempre reúnem uma vasta audiência, a plataforma Mixer nunca gozou de grande popularidade. Mesmo em transmissões oficiais da Microsoft Xbox, os números de audiência nunca foram muito exuberantes, a par também da descida de popularidade da própria plataforma Xbox na actual geração.