Kojima reafirma independência numa possível aquisição da PlayStation

48

Nos últimos dias, um singelo cartaz promocional lançou uma autêntica discussão em larga escala. Coube ao próprio Hideo Kojima esclarecer que a sua produtora é e continuará a ser independente. Terá sido suficiente?

Em causa, está um banner promocional que apresenta vários jogos como showcase a produção interna dos PlayStation Studios. Quando, numa recente alteração neste banner, o jogo Death Stranding passou a figurar no lugar de outro, o mundo partiu para especulação que a Sony teria adquirido a Kojima Productions.

Antes:

Depois:

Porque todos os jogos aqui apresentados são de produção interna de estúdios pertencentes ao grupo PlayStation Studios, já que Death Stranding está aqui, parece que, de facto, a Sony se preparava para anunciar essa mega-aquisição que seria passar o mítico estúdio de Kojima para a sua alçada.

Contudo, sempre ouvimos Kojima dizer que, depois de anos associado a uma grande empresa (Konami), gostaria de ter um seu estúdio e fazer projectos independentes. Recentemente, aliás, ficámos a saber que a produtora em causa teria firmado um acordo com a Xbox. Pelo que esta revelação, a ser verdade, seria algo “contra a maré”.

O próprio Hideo Kojima viu-se obrigado a abordar este boato, confirmando na sua página de Twitter que a Kojima Productions “foi e continuará a ser um estúdio independente”. Contudo, o que deveria ser um esclarecimento claro, não veio propriamente confirmar ou desmentir seja o que for.

Kojima podia simplesmente dizer que “não é verdade” que a Sony PlayStation tenha adquirido a sua produtora. Não o fez. Preferiu voltar a declarar a sua independência, o que, tecnicamente, não remove a hipótese  da SIE ter feito uma aquisição do estúdio ou um investimento, acordando que continuaria a produzir independentemente. Por outro lado, este pode ser o caso da Sony ter apenas adquirido os direitos de exclusividade sobre o próprio Death Stranding e todos agora estão a extrapolar esse facto.

Seja lá o que for que aconteceu para dar origem a este banner, a conversa está acesa. Durante alguns dias, ficou no ar que a campanha de aquisições da Sony teria aqui uma importante nova etapa. Como nenhuma das partes ainda confirmou seja o que for, ficamos na dúvida se, de facto, a resposta de Kojima é suficiente.