Juventus assina exclusividade com PES 2020

212

Numa contínua busca por realismo, a Konami fechou mais um acordo de peso para o seu próximo Pro Evolution Soccer. Desta vez é a Juventus a tornar-se equipa licenciada em PES 2020, depois de outros vultos como o Barcelona, Liverpool ou AC Milan.

Até agora, a famosa “vecchia signora” Juventus foi sempre representada em PES como PM Black White”. Só que este ano, finalmente vamos ter a gigante Italiana, onde joga o nosso “melhor do mundo” Cristiano Ronaldo, devidamente licenciada com o seu nome, jogadores e equipamento. Isto não é particularmente uma notícia interessante só por si, mesmo com a dimensão da equipa… excepto num pormenor. É uma representação exclusiva.

Isto significa que o próximo FIFA20 não poderá contar com a Juventus na sua licença do campeonato Italiano. Lá, a equipa chamar-se-á “Piemonte Calcio” e terá um símbolo e equipamento fictícios. Felizmente, os nomes dos jogadores e as suas feições e características serão realistas. Mas, não deixa de ser uma perda assinalável.

Recordamos que, no passado, Pro Evolution Soccer foi sempre o prejudicado nesta batalha a dois por exclusivos, com a série FIFA Football a angariar ligas e equipas de forma exclusiva, obrigando a Konami a inventar equipas, equipamentos, estádios e até nomes de jogadores. Esta lógica tem criado pérolas como o “Man Red” (Manchester United), “Merseyside Red” (Arsenal, entretanto licenciado), “MD White” (Real Madrid), entre outras.

Continuamos a achar que esta guerra de exclusividades, em que a Konami e a Electronic Arts se debatem por licenciar equipas de futebol de forma exclusiva para os seus simuladores de futebol, é negativa. Um jogo pode, de facto, ter as licenças completas de uma liga, como PES2019 conseguiu a Liga Portuguesa no ano passado, por exemplo. Contudo, daí a estabelecer um contrato de exclusividade, inibindo a aparição da dita equipa noutro jogo, é que sempre achámos negativo, roubando conteúdo da oferta nos dois lados.

Ainda assim, temos de recordar que estas licenças valem muito dinheiro e que a “guerra” é aberta para os dois lados. O “derby” entre PES e FIFA continuará a dividir a comunidade, como sempre. E teremos muitos mais exemplos de disparidades de conteúdo, certamente.