Histórico museu de informática na Ucrânia destruído pela Russia

31

Na semana passada, o Club 8-bit, um dos maiores museus de informática de propriedade privada, foi destruído durante mais um ataque aleatório por parte da Rússia no âmbito da sua invasão da Ucrânia.

O museu, localizado na tristemente conhecida cidade de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, foi operado por Dmitry Cherepanov. A notícia da sua destruição foi confirmada pela conta de Twitter do Museu de Software e Computadores da Ucrânia. Ao que parece, os danos foram somente materiais e o proprietário está seguro.

Para trás fica, infelizmente, uma colecção de 15 anos, que incluía mais de 500 exemplares únicos da história da informática, com alguns computadores a datar a década de 50, até mesmo tendo modelos da era soviética que não era possível encontrar em mais nenhum lugar no mundo. O que torna a destruição do museu ainda mais pungente, é que documentava uma história tecnológica compartilhada entre os povos ucraniano e russo.

Em exibição era possível ver vários exemplares com muito valor histórico, como dezenas de computadores antigos, micro computadores como o ZX Spectrum e alguns dos seus clones, consolas como a Atari 2600 de 1877, Atari 7800 de 1986, várias versões da SEGA MegaDrive, Master System, NES, entre muitos outros.

Na página de Facebook são inúmeros os comentários de apoio e ajuda para reconstruir o museu. Alguns coleccionadores, ofereceram-se para doar os seus exemplares para um possível novo museu. Mas, mais importante, Dmitry Cherepanov precisa de encontrar um novo lar e manter-se seguro.