Heavy Rain recusado pela Microsoft devido à temática de rapto de crianças

2726

Foi o que David Cage, director de Heavy Rain e um dos fundadores da Quantic Dream, anunciou ontém na sua apresentação nos BAFTA.

Ao que parece, após o lançamento bem sucedido de Fahrenheit em 2005, a Microsoft mostrou o seu interesse em trabalhar com o estúdio francês. “Eles queriam mesmo trabalhar connosco”, disse Cage. No entanto e apesar do interesse em trabalhar com o estúdio a Microsoft mostrou-se algo “assustada”, de acordo com as palavras de David Cage, face à temática que aborda o rapto de uma criança. Segundo as palavras de Cage, “eles não queriam esse escândalo”.

David Cage fez questão de apontar que não estava a fazer uma crítica à Microsoft, chegando mesmo a dizer que esta “é uma grande empresa”,  mas sim a explicar que os objectivos para Heavy Rain eram de tal forma diferentes em ambos os lados que esta mostrou ser uma relação sem futuro.

O estúdio francês viria mais tarde a trabalhar com a Sony que, de acordo com David Cage, se mostrou mais receptiva às temáticas potencialmente controversas deste título.

Foi assim que chegou à Playstation 3 um dos seus mais aclamados exclusivos.