Hackers atacam Nvidia, acabam hackeados

165

Sendo líder mundial na produção de hardware gráfico, a Nvidia está posicionada para ser um alvo preferencial de ataques informáticos. Recentemente, aconteceu mais um mas com um desenvolvimento irónico.

De acordo com o site Bloomberg, a Nvidia foi atacada por um grupo de piratas com recurso a Ransomware. Basicamente, ficheiros internos foram furtados, deixando no seu lugar ficheiros encriptados nos servidores, só desbloqueáveis com uma chave própria, obviamente dada à vítima a troco de um preço de resgate.

O grupo terá até publicado imagens do que conseguiram aceder, basicamente directorias censuradas do que, alegadamente, serão ficheiros internos da empresa. Por motivos óbvios, não vamos publicar aqui essas imagens. A ameaça do grupo é libertar toda a informação a público se a empresa não pagar um montante pedido.

Segundo as fontes da Bloomberg, a Nvidia desvalorizou o ataque como “relativamente menor” e negou qualquer ligação com a crise gerada pela Rússia invadir a Ucrânia. Isto, porque, como infelizmente temos visto, uma das formas de retaliação do governo Russo são ataques informáticos a empresas de países que se opõem à invasão.

Contudo, apesar dessa aparente desvalorização, os canais oficiais da Nvidia ainda não detalharam oficialmente o que realmente aconteceu. Até agora, a Nvidia confirmou o ataque mas diz que ainda está “a avaliar a natureza e dimensão do evento”, não tendo “informação adicional para partilhar neste momento”.

Segundo várias outras fontes, porém, o ataque terá sido mais grave do que se pensa. O sistema de emails da Nvidia tem estado em baixo nestes últimos dias, assim como alguns outros serviços, inclusive de suporte. Indicadores que poderão dizer que algo mais profundo aconteceu ou que a Nvidia está ainda a tentar lidar com os efeitos.

Num volte-face curioso, no rescaldo deste ataque informático o próprio grupo de hackers intitulado de “Lapsus” terá sofrido um contra-ataque de ransomware no seu lado, no que é descrito de retaliação ao que aconteceu à Nvidia. Não há confirmação que tenha sido a própria mega-corporação a retaliar. Mas, não seria descabido que as grandes empresas apetrechassem os seus serviços de cibersegurança com contramedidas deste calibre.