Frontier Developments abandona consolas em Elite Dangerous

70

Num surpreendente anúncio, a Frontier Developments informou que decidiu abandonar a produção de Elite Dangerous nas consolas. Foi também anunciado o cancelamento da expansão Odyssey nas plataformas.

Não têm sido dias fáceis para o simulador espacial. O lançamento de Odyssey foi tudo, menos pacífico no PC, trazendo muitos bugs e problemas que foram lentamente mitigados. Os jogadores ainda estavam a aguardar por desenvolvimentos na produção para fazer chegar a expansão às consolas. Mas, essa chegada tardava. Quando se especulava que viesse aí mais adiamentos, surge o choque.

Segundo o patrão da Frontier, David Braben, numa mensagem no site oficial, o lançamento de Odyssey no PC “dividiu a base de jogadores PC/Consola”, obrigando a um foco maior no PC para garantir a melhor experiência possível. Um trabalho que descreve “incansável” e que ainda precisa de mais dedicação.

Diz Braben que nos últimos meses, a equipa tem ponderado na melhor forma de progredir a produção do jogo. E a decisão foi de literalmente cancelar a produção nas consolas. Para que possam “seguir em frente na história do jogo“, precisam focar-se numa só plataforma. E as consolas foram removidas da linha de produção.

Isto não significa que o jogo deixe de funcionar nas consolas PlayStation e Xbox. Significa que estas plataformas continuam com o jogo original e a já lançada expansão Horizons, recebendo apenas actualizações críticas, não recebendo mais conteúdo, inclusive Odyssey.

São péssimas notícias para os jogadores de Elite Dangerous nas consolas. Pelo menos, o jogo continuará a funcionar por lá, mesmo que não receba mais conteúdo (até ver). A longa espera por um lançamento nas consolas foi, de facto, estranha. Mas, ninguém esperava esta decisão radical.