FIFA 22 e NHL 22 removem equipas e selecções Russas

52

Em solidariedade com o povo Ucraniano, a EA Sports e a Electronic Arts seguiram os procedimentos da FIFA e UEFA assim como da IHFF para remover as equipas e selecções Russas de FIFA 22 e NHL 22.

A decisão da FIFA e UEFA foi de remover as equipas Russas das competições oficiais. Assim, o clube Spartak Moscovo foi removido sumariamente da Liga Europa. A selecção Russa masculina foi removida da fase qualificação do Campeonato de Mundo do Qatar e a selecção feminina foi removida do Euro 2022 deste Verão. A final da Liga dos Campeões, que devia ser jogada em São Petersburgo, passou para Paris.

No lado da IHFF, a federação internacional de hóquei no gelo removeu as equipas da Rússia e Bielorrussia de todos os escalões das suas competições internacionais. O campeonato do mundo de hóquei no gelo de juniores de 2023, que teria lugar em Novosibirsk e Omsk na Rússia, foi movido para outro país ainda por decidir.

Em consonância com estas decisões, a Electronic Arts e a EA Sports agiram em conformidade com estes seus parceiros e decidiram remover as equipas e selecções Russas de FIFA 22 (também se aplica a FIFA Online e FIFA Mobile) e de NHL 22. Segundo o comunicado oficial, “mudanças noutras áreas dos jogos estão a ser avaliadas” e serão comunicadas em breve.

Estas decisões surgem depois de várias empresas e entidades decidirem restringir e banir a Rússia em vários serviços, competições e actividades. Desde o festival da Eurovisão, ao acesso de canais de propaganda do governo Russo no Youtube, os protestos estão a acontecer à escala mundial. Falámos nisto ontem e parece que cada vez mais o cerco se aperta, com o objectivo de pressionar Moscovo a parar as hostilidades.

Não sabemos se estas medidas terão o efeito desejado, mas certamente causam mal-estar no lado Russo, especialmente na sua população que se vê afectada directa ou indirectamente. Indiferentes, com certeza, não estarão.