Enorme fuga de informação para The Last of Us Part II

45

Ficam desde já avisados: Há imensos spoilers a circular online relacionados com The Last Of Us Part II, recentemente adiado pela Naughty Dog. Uma série de vídeos foram partilhados nas redes sociais, no que só pode ser uma fuga organizada de informação.

De acordo com uma publicação no Reddit, os vídeos correspondem à jogabilidade de uma build de produção do jogo, mas também uma parte do modo incompleto multi-jogador, menus do jogo e, o pior de tudo, uma boa porção de cenas intermédias que inclui mesmo a cena final do jogo.

Como devem calcular, não só não vamos partilhar estes vídeos, como aconselhamos a que não os procurem online. E mesmo que não vejam estes vídeos, também devem ter cuidado ao visitar alguns sites que descaradamente os resumiram e possuem títulos com spoilers do enredo e final do jogo.

Entretanto, a Sony Interactive Entertainment já começou a agir, removendo uma boa parte dos vídeos dos canais de Youtube e Twitter onde foram partilhados. Contudo, muitas cópias e clones mantém-se e estão constantemente a surgir noutros lados. Também alguns utilizadores estão a partilhar desenfreadamente mensagens com spoilers que a Sony simplesmente não consegue travar.

O que nos parece é que esta é uma acção em jeito de retaliação. Segundo os rumores, a fuga de informação veio alegadamente de alguém dentro da própria produtora Naughty Dog, ao que parece, um elemento do controlo de qualidade que não foi pago e decidiu quebrar o contrato de confidencialidade. Verdade ou não, seria muito difícil qualquer outra pessoa ter acesso a esta build tão prematura do jogo, de facto.

Por isso, já sabem, nos próximos dias, tenham cuidado com os sites que visitam e que redes sociais visitam. Os detalhes da história, imagens capturadas e vídeos estão a aparecer por todo o lado. Aqui na redacção já fomos “spoilados” inadvertidamente à conta desta situação.

The Last of Us Part II continua adiado por tempo indeterminado. Quando for lançado, será um exclusivo PlayStation 4, com a possibilidade que seja ainda neste ano.