Embracer quer revitalizar séries Tomb Raider e Deus Ex

19

Depois da aquisição de importantes franquias e estúdios da Square Enix, o Embracer Group quer lançar “remakes, remasters, spinoffs,” e mais das icónicas séries Tomb Raider e Deus Ex.

Embora as duas franquias tenham recebido os seus próprios reboots recentes, como seria de esperar, o Grupo pretende agora acelerar a produção de novos jogos para justificar o investimento. O anúncio foi feito num relatório financeiro para investidores da empresa.

No relatório, pode ler-se que a aquisição teve uma “surpreendente e positiva resposta”, antevendo um nestes novos IPs muito material para “não apenas com sequelas mas também em remakes, remasters, spinoffs e projectos transmedia pelo Grupo”.

Esta última parte traduz-se por uma intenção de passar as franquias para outras plataformas ou formatos. Dado que Tomb Raider viu algum sucesso no cinema, poderá ver-se uma continuidade dessa aposta na sua nova vida. Também é possível que estes histórias possam passar para outras abordagens, como as adaptações em série de TV ou de animação que temos visto por aí.

Além de Tomb Raider e Deus Ex, o Grupo também adquiriu outras franquias de peso, como Legacy of Kain e Thief, duas outras marcas a precisar de uma revitalização. É bem possível que, depois dos títulos mais sonantes, também esses IPs recebam o devido “retratamento”. Bem precisam.

Uma coisa é certa, Tomb Raider sozinho tem um longo histórico que não pode ser perdido, membro incontornável da História dos videojogos. Também Deus Ex goza deste estatuto, embora de forma um pouco mais comedida. E é óbvio que o Embracer Group não quer desperdiçar esta enorme oportunidade de gerar receitas. O melhor de tudo é que os estúdios Eidos Montréal e Crystal Dynamics mantém-se a trabalhar nas suas franquias.