Elden Ring será difícil mas acessível

67

A fama deste tipo de jogos precede-os. Todos os títulos da From Software no género “souls” são jogos difíceis, a apostar na perícia, persistência e engenho dos jogadores. Elden Ring não será diferente, apenas será um pouco mais acessível.

Numa entrevista ao Blogue Oficial PlayStation, o director Hidetaka Miyazaki falou de uma série de questões sobre o jogo, inclusive o seu design de mundo aberto, o processo criativo e os desafios de criar este muito aguardado ARPG. Contudo, a questão da dificuldade nos seus jogos gerou uma curiosa revelação.

Não pensem que o jogo será mais fácil que os anteriores Sekiro ou Dark Souls. Miyazaki apenas diz que acha que “mais jogadores terminarão o jogo desta vez”. O conceito de mundo aberto, permitindo que os jogadores tenham um “nível de liberdade para progredir pelo mundo e voltar a um desafio mais tarde”, é algo que o produtor diz ajudar os jogadores “passar pelo jogo numa passada mais ligeira“.

O que significa que os desafios não serão mais fáceis. Apenas que o jogador poderá abordá-los mais tarde, usando o mundo aberto para progredir e melhorar equipamento, voltando mais tarde com outros argumentos, outras armas ou habilidades para enfrentar os mesmo desafios. Óptimas notícias para os “rage quitters”. Dêem uma oportunidade a este próximo “soulslike”.

Elden Ring está “Gold” e será lançado a 25 de Fevereiro para PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X/S e PC.