Elden Ring é um sucesso, mesmo com seus problemas

134

Lançado nesta madrugada, rapidamente Elden Ring tornou-se o título mais jogado e procurado em várias plataformas. Contudo, não é que todos estejam particularmente satisfeitos com o seu lançamento.

Como parece ser uma triste norma nos dia que correm, os jogo são lançados com alguns problemas técnicos que têm de ser resolvidos com actualizações posteriores. Antigamente isto não era possível por causa da falta de integração de uma ligação à internet nas consolas ou, simplesmente, porque as produtoras testavam os seus jogos muito melhor antes de os lançar. E é óbvio que os jogos eram bem menos complexos.

Começando pelas boas notícias. Elden Ring é já um dos jogos mais jogados do momento, isto apenas no PC onde temos dados públicos disponíveis. Na plataforma Steam, segundo o site SteamDB no dia de lançamento o jogo atingiu um impressionante pico de 764,835 jogadores em simultâneo. Isto colocou o jogo imediatamente no segundo lugar dos mais jogados, logo atrás do “suspeito do costume” Counter-Strike: GO e na liderança das tendências do Steam.

Também na plataforma de streaming Twitch, o jogo é dos mais procurados para assistir. Entre todos os canais a transmitir o jogo, ultrapassaram-se os 700 mil espectadores, um novo recorde para a From Software, com o seu segundo título mais visto, Sekiro, a chegar “apenas” aos 279 mil espectadores.

Marcas impressionantes de popularidade, sem dúvida. No entanto, o jogo não tem recebido boa crítica dos próprios jogadores. Todos sabemos que as meta-críticas são muito oscilantes e não devem servir de amostra da apreciação geral. Mesmo assim, não podemos ficar indiferentes aos vários problemas reportados e que fazem com a avaliação actual na página do jogo seja “Neutra”.

Diversos sites que tiveram acesso antecipado ao jogo já tinham avançado que a performance do mesmo era “oscilante” nas várias plataformas. No Steam, nas mais de 20 mil meta análises publicadas pelos jogadores, cerca de metade são negativas. Os motivos prendem-se com essa performance inconsistente, sim, mas há também problemas de freezes e crashes, dificuldades no uso de gamepads e outras questões que são muitas vezes resumidas a um “mau port”.

É bem possível que o foco da From Software fosse o desenvolvimento nas consolas e depois terá portado para uma versão PC. Seja como for, a má optimização de que os jogadores se queixam não é lá muito aceitável para um jogo até foi adiado alguns meses no seu lançamento para “polimento”. Até ao momento, embora alguns jogadores reportem questões de optimização, nas consolas as coisas parecem mais estáveis.

Dizemos “parecem”, porque, uma vez mais mais provocado pelas políticas de distribuição aos média, não nos foi possível até agora jogar Elden Ring. Aguardamos a qualquer momento também nós procurar o Anel Ancestral convosco e prevemos que consigamos falar nele na próxima semana. Pelo que estamos a ver, até é melhor assim para evitar estas questões.