Eagle Dynamics mostra o futuro de DCS World de 2023 em diante

13

Os últimos anos têm sido muito favoráveis para a Eagle Dynamics, com óptimos lançamentos de produção interna e de terceiros no DCS World. Parece que 2023 será ainda mais interessante para a simulação.

Uma das principais novidades para este ano será a implementação do multi-threading, a capacidade do simulador de operar em múltiplos núcleos de processador, algo que até agora só acontecia num só. Também a tecnologia DLSS será implementada para melhoria da performance geral em placas gráficas Nvidia. E é claro que todos esperam a muito pedida campanha dinâmica para o simulador.

Claro que o que todos procuram são novos módulos e este ano teremos o F-15E Strike Eagle da Razabam, o F-4E Phantom da Heatblur, o F4U Corsair, o C-130J Hercules e o OH-58 Kiowa Warrior, entre outras aeronaves mostradas, inclusive novos modelos AI para o B-1 Lancer e B-52. Tudo isto com pelo menos dois novos mapas, o DCS: Sinai e o DCS: Normandy 2.0, mas mais mapas estão em desenvolvimento.

E é claro que temos umas surpresas… Sim, o lendário CH-47 Chinook é o módulo que se segue a nível helicópteros. E mesmo, mesmo no final, o F6F Hellcat faz a sua aparição. Há também umas subtis alusões a novos módulos aqui e ali, mas deixamos isso para os “caçadores” de easter eggs.

Ficaremos muito atentos, como temos estado, a estas e outras novidades que a ED e as demais produtoras estão a trabalhar. Cada vez mais, o DCS World consolida-se como uma das melhores simulações do momento, especialmente a nível de combate.