EA tem recorde do Guinness que não dá inveja a ninguém

103

Neste tipo de recordes, ninguém quer igualar ou ultrapassar a EA.

Há quem diga que os infames Recordes do Guinness não passam de manobras de publicidade dos recordistas e que muitos dos recordes contidos nos livros anuais são inúteis. Certamente, a Electronic Arts está a pensar isso no mais recente recorde a si atribuído.

E é bem possível que este seja apenas um recorde encontrado num momento para encher páginas do livro. Até porque achamos que o jogo em questão deve ter batidos outros recordes bem mais negativos noutros lados. Mas, sendo só este o encontrado, já chega para algum executivo da EA fazer uma careta. E a Disney…

Trata-se do recorde do comentário mais votado negativamente no Reddit, mais de 683000 votos negativos, relativo a uma resposta oficial da EA, perante o descontentamento de um jogador de Star Wars Battlefront II. Mais precisamente, a resposta dada às objecções de ter de recorrer ao grind desbloquear alguns heróis como Darth Vader no jogo. A imagem é da autoria do Redditor -amsha-.

O post em questão tem cerca de um ano e está ainda publicado no subreddit r/StarWarsBattlefront para apreciarem. Parece que está “ligeiramente” menos negativo (mais de 667 mil votos, ainda assim). Nele, o utilizador MBMMaverick que pergunta porque “teve de pagar 80$ para ter Darth Vader bloqueado” e alguém da EA Community Team tenta explica o inexplicável.

Num extenso texto (para uma rede social), a EA fala quase filosoficamente de um “sentimento de orgulho e conquista para desbloquear heróis” e depois fala no custo do desbloqueio baseado numa pretensa “agregação de informação” na anterior Beta. E, como cereja no topo do bolo, ainda agradece o comentário “cândido” do autor do post.

Como devem calcular, os quase 3000 comentários que se seguem (alguns removidos) não poupam a EA e este seu esquema assumido de grind. A questão é que, inevitavelmente, as micro-transacções e as infames caixas de loot (perdão, “mecânicas de surpresa“) foram desenhadas exactamente para estes utilizadores descontentes com o conteúdo bloqueado. por isso, a reacção é a que se pode ver.

Tanto a Electronic Arts como o próprio Star Wars Battlefront II foram alvo dos mais famosos protestos, desde mecânicas “pay-to-win” com caixas de loot, decisões controversas a nível de conteúdo e algumas acusações da empresa estar “desligada da realidade” do gaming. Esta é só mais uma pedra no charco nesta longa “guerra” com os jogadores. E a Disney deve estar muito atenta.