Detalhes de Warzone 2.0 e nova época de Call of Duty: Modern Warfare II

77

Estamos a uma semana, mais coisa, menos coisa, da nova época de conteúdo para Call of Duty: Modern Warfare II, a par do lançamento de Call of Duty: Warzone 2.0. Preparem-se para as novidades.

Warzone, o popular modo free-to-play dedicado ao género Battle Royale (e não só) terá aqui uma importante actualização, nesta que é uma sequela efectiva e que trará várias novidades e mexidas. Não se preocupem, a base do jogo continua igual, com a maioria das lógicas de jogo praticamente intactas ou ligeiramente retocadas. As alterações serão apenas em alguns pormenores pontuais.

O elemento mais visivelmente alterado é a lógica dos conjuntos de armamento (loadouts). Já não é possível comprar um (caro) loadout completo numa estação de vendas, apenas a arma principal. Tudo o resto associado a um loadout específico, passa a ser ganho conquistando as novas Strongholds ou abrindo uma caixa de loadout que seja largada no mapa. É uma alteração que vai desagradar a alguns, com certeza. Contudo, parece querer evitar aquela tendência de “comprar” a vantagem (uma espécie de “buy-to-win”, por outras palavras).

Já agora, estas Strongholds são novas bases protegidas pela IA, cuja (primeira) captura oferece vários bónus e também uma chave para um Black Site, uma área mais difícil de jogo, com loot também mais gratificante. Notem que, se estas Strongholds forem reconquistadas por outros jogadores, esta chave do Black Site não é oferecida novamente.

Além do novo mapa Al Mazrah, outras novidades ou alterações não são tão profundas, envolvendo aprimoramento da Inteligência Artificial, novo combate aquático, novos veículos com nova lógica de combustível, chat de proximidade, nova lógica de interrogatórios e várias outras mexidas menos relevantes. Um destaque, porém, vai para a nova lógica de inventário, um novo sistema de mochila para o modo Battle Royale e também para o novíssimo modo de jogo DMZ que estreia com esta edição.

Falando de DMZ é, provavelmente, a maior novidade desta nova era de Warzone. Este será uma espécie de jogo mais moderado, num modo de extracção e que está ainda envolto em algum secretismo. Apenas sabemos que é um modo em mundo aberto, com missões de facção em paralelo com objectivos secundários e, claro, muito loot para angariar e sobreviver à extracção. Se tudo isto vos lembrar Escape From Tarkov, não estão sozinhos. Contudo, não sabemos muito mais do que tem sido avançado.

No que toca à primeira época de conteúdo online de MWII, teremos dois novos mapas multi-jogador para descobrir, sendo estas autênticas revisitas a dois clássicos desta série: Shoot House (no arranque) e Shipment (mais tarde). Chegará também um novo modo Raid, uma nova missão Coop chamada de “High Ground” e novas playlists Tier 1 (hardcore) e da Call of Duty League, esta que antecipa o muito aguardado modo “ranked”.

Também arrancam na mesma altura os benefícios do novo Battle Pass, com vários tokens de bónus disponibilizados, um novo operacional (Zeus) e duas armas exclusivas, a pistola-metralhadora BA5-P e a espingarda de sniper Victus XMR. Para os demais temos três operacionais disponíveis por tempo limitado, a saber: Messi, Paul Pogba e Neymar Jr…

Sim, é exactamente o que estão a pensar. Porque é que teremos jogadores de futebol para dar uns tiros? Fizemos a mesma pergunta. Neymar Jr., por seu lado, está “em casa”, já que aqui também os jogadores adoram mandar-se para o chão e reclamar bastante.

Além destas novidades mais proeminentes, a primeira época trará ainda mais duas armas novas (a espingardas de assalto Chimera e M13B), novos bundles de equipamento para adquirir e dois novos operacionais adicionais (Klaus e Gaz). Ah! E finalmente poderemos iniciado so modos “Prestige” até ao nível 250. Todas estas novidades e outras no extenso artigo publicado no blogue oficial do jogo.

A primeira época de conteúdo online de Call of Duty: Modern Warfare II, que coincide com o lançamento de Call of Duty: Warzone 2.0, estreia no dia 16 de Novembro. Recordamos que, tal como o primeiro Warzone, será possível instalar a nova versão em separado, como um jogo “standalone” e que será “free-to-play”.