Crytek anuncia Crysis 4

20

O “shooter” que em tempos “derretia” computadores, teve duas sequelas que deixaram algo a desejar. Depois de duas remasterizações bem sucedidas, a Crytek vai finalmente regressar ao nanosuit, anunciado a produção de Crysis 4.

Depois da trilogia original remasterizada, relativamente bem recebida, nem que seja pelos fãs mais nostálgicos, ficou no ar a ideia que a Crytek podia simplesmente voltar a pegar na franquia. No ano passado, tivemos uns rumores que a produtora e editora Alemã estariam a pensar em algo no género Battle Royale (quem não pensa nisso nestes dias?), possivelmente “free-to-play”. Contudo, nada se materializou entretanto.

Durante as primeiras horas de hoje, uma página de redes sociais Chinesa da Crytek revelou que um possível novo título estaria a caminho. A mensagem foi prontamente apagada mas os mais atentos não a desperceberam. Um curto teaser mostrava uma animação da tecnologia dos lendários nano-fatos, um número 4 forma-se e a mensagem “Juntem-se à viagem. Tornem-se no herói” não deixava dúvidas. Um Crysis 4 estaria a caminho. Algumas horas depois deste “deslize”, finalmente tivemos a revelação oficial desse curto vídeo.

 

Recordamos que Crysis 3 foi lançado em 2012 com uma enorme expectativa e uma recepção, no mínimo, desapontante. A história de Nomad não conseguiu vingar num mundo com tantos “shooters” a dominar mercados. Para a história, a série deixou várias mecânicas de jogo únicas, amplamente “inspiradoras” de outros títulos. Por exemplo, a capacidade de alterar apetrechos das armas instantaneamente com um simples menu, algo que vimos recentemente em Battlefield 2042.

Pelo que nos é dado a entender pela trilogia reeditada, há algum interesse num quarto título. Não sabemos bem se os argumentos desta série o tornarão assim tão apetecível ou se uma aposta em algo tão saturado com o Battle Royale terá sucesso. Experiência não falta à Crytek, também não faltando tecnologia com o seu motor gráfico CryEngine.

Por agora ,não temos muita informação sobre o tipo de jogo que estará em produção. Será um shooter convencional com um modo de história semelhante aos demais na franquia? Será que vamos ter algo inovador como foi o primeiro jogo? Ou é apenas um aproveitamento para criar um novo título popular e renovar os direitos de autor? Certamente a Crytek estará a reservar pormenores para as próximas semanas. Por agora, o objectivo é reunir atenção. Certamente conseguiram.