Crescimento do Xbox Game Pass aquém das expectativas

11

Embora a popularidade do Xbox Game Pass seja inquestionável e haja um aumento notório de assinantes deste serviço, a Microsoft estabeleceu metas ambiciosas de crescimento que não foram cumpridas.

Isto não significa que o serviço tenha falhado ou que não exista um aumento de utilizadores. Pelo contrário, o crescimento anual de assinantes do Xbox Game Pass, combinando consolas e PC e também a variante Ultimate, ascendeu para os 37% comparado com o ano anterior (registado a 30 de Junho deste ano).

Este é um valor positivo, certamente impulsionado pela publicidade da Microsoft, com uma forte aposta em estreias e adições de peso, bem como a chegada da Xbox Series X|S e sem esquecer a triste realidade da pandemia, que deixou tanta gente em casa à volta do mundo.

Só que a Microsoft tinha especulado que o seu crescimento atingiria os 48% ao fim de um ano. O que deixa esta marca realmente atingida aquém do previsto na estratégia. De acordo com o site Axios esta marca tão alta de 48%, foi foi motivada pelo aumento de subscrições de 86% no ano fiscal anterior, 15% acima do esperado pela Microsoft.

Ficamos assim a entender porque é que a Microsoft tem vindo a apostar tão forte neste serviço nos últimos meses, adicionando cada vez mais jogos, alguns deles de terceiros e com estreia simultânea no seu lançamento oficial (Back 4 Blood, por exemplo). Com mais de 18 milhões de membros, o Game Pass continuará a crescer em popularidade.

Continuamos a dizer que este um dos melhores serviços online dos últimos tempos. Com a subscrição mais cara, o Xbox Game Pass Ultimate (12,99€ por mês), um jogador fica com acesso à lista de jogos “on demand” do serviço tanto no PC como numa consola, assim como uma subscrição Xbox Live Gold para jogar online, acesso à lista de jogos via streaming Xbox Cloud Gaming, acesso ao EA Play e ainda descontos, promoções especiais e outras regalias nas duas plataformas.

É um óptimo negócio para os jogadores, mesmo que hajam algumas dúvidas se será realmente rentável para a Microsoft. Por causa desta meta por atingir, é possível que a Microsoft tenha de rever os seus planos e estratégias para o serviço.