Call of Duty: Warzone prega partida com “ecrã azul”

12

Há poucas coisas piores no mundo da informática que os infames “ecrãs azuis” do Windows. Alguns, chamam-lhe BSOD, “Blue Screens of Death” (“Ecrãs azuis da morte“). E Call of Duty: Warzone achou por bem usá-los como partida.

Tudo não passa de uma brincadeira… assustadora. É uma partida pregada pela produção aos jogadores no evento de Halloween já a decorrer no jogo, chamado de “The Haunting Scream”. Uma análise atenta à imagem revela logo que não se trata de um real ecrã azul. Contudo, não deixa de dar calafrios, bem mais que o mítico Ghostface a gritar aos vossos ouvidos ou os outros sustos que poderão ter neste evento. Ora confiram a experiência pelos olhos do jogador r/Yoswerz:

Its not scary,is annoying from CODWarzone

Como era de prever, nem todos os jogadores reagiram bem à partida, porém. É que estes ecrãs podem ser inofensivos mas aparecem aleatoriamente e interrompem o jogo ao jogador. Por vezes, nas piores ocasiões. É só um jogo, não devemos levar muito a sério, de facto, mas não muito aceitável, por exemplo, estar quase a ganhar uma partida e aparecer isto.

Noutras ocasiões, o ecrã “parte” e surgem caveiras e faces que ocupam o ecrã, com sons estridentes e perturbadores. Não é de admirar que ao entrar em cada lobby os jogadores têm de concordar com um aviso que indica que haverão sustos em jogo e que há uma escala de “medo” que se vai preenchendo em cada sessão.

Os protestos pelo “exagero” destes sustos já chegaram à produtora Raven Software que já diminuiu a frequência e geração da barra de “medo”. Ainda assim, há jogadores que continuam irritados com estas partidas que podem surgir nos piores momentos, havendo mesmo quem diga que parou de jogar nestes dias.