Call of Duty: Warzone está de volta mas com menos conteúdo

11

Conforme previsto, Call of Duty: Warzone, o primeiro, está novamente disponível para jogar, depois de umas horas offline. Contudo, como também estava previsto, há menos para jogar agora que a sequela já cá está.

Como promessa, a Activision já tinha dito que o seu primeiro título free-to-play iria co-existir com Call of Duty: Warzone 2.0. Contudo, como é lógico, a equipa da Raven Software foca-se agora no jogo mais recente, parando com as adições de conteúdo. A ideia é continuar a dar suporte aos amantes de Caldera, sim, mas não ao ponto de tirar a atenção da equipa no desenvolvimento do jogo mais recente.

Contudo, Call of Duty: Warzone Caldera como é agora chamado regressou mais “despido” de conteúdo. Continuarão a jogá-lo tal qual faziam antes da paragem, com as mesmas classes e itens disponíveis. Só que agora só jogam mesmo no mapa Caldera em apenas um modo de jogo: battle royale a quatro ou a solo.

Nesta nova era, Warzone não receberá novo conteúdo ou eventos, o Battle Pass foi removido por completo. Os mapas de Fortune’s Keep e Verdansk foram removidos, provavelmente para não regressar tão depressa, se é que alguma vez voltarão. Arriscaríamos dizer que a aposta agora será mais na sequela, até mesmo com possíveis revisitas as estes mapas no novo jogo.

Ainda assim, já hoje foi possível ver jogadores a regressarem a Caldera, com lobbies relativamente bem compostos. De facto, Warzone 2.0 é uma evolução na oferta em quase todos os sentidos mas, como sempre, há sempre quem prefira o original.