Beta fechada de World War 3 arranca no próximo mês

10

Conforme avançámos, a produtora The Farm 51 está empenhada em fazer renascer o seu título de acção online num novo conceito e abordagem. World War 3 prepara-se para iniciar uma Beta Fechada já em Novembro.

No passado mês de Setembro, a produtora deixou boas perspectivas abrindo os seus servidores a jogadores veteranos da série que já tinham o jogo antes desta nova fase. Embora a “build” em testes fosse algo rudimentar, a sua nova jogabilidade e lógicas deixaram boas impressões entre os veteranos que decidiram dar uma segunda chance ao jogo.

No próximo mês, usando o feedback desses testes exclusivos, a produção irá lançar uma nova Beta Fechada. Esta irá decorrer a partir de 25 de Novembro e irá continuar nas semanas seguintes até à fase Beta Aberta em Março do próximo ano. Durante essa fase, a produtora espera adicionar itens, modificar lógicas e aprimorar o jogo, lançando-o no prometido formato “Free To Play” até à Open Beta, com o jogo final projectado ainda para 2022.

Inspirado em Battlefield, este jogo conta com combates de infantaria e veículos em mapas massivos e com elevado grau de destruição. A produção incluirá diversas melhorias na jogabilidade e uma renovação dos quatro mapas (Berlim, Varsóvia, Polyarny e Moscovo) em dois modos de jogo em larga escala. Nesta nova era, há também uma forte aposta na personalização da personagem e armas.

Se desejarem ingressar nestes testes fechados e já tinham o jogo, estão automaticamente eleitos, bastará só instalar o jogo. Nesse caso, também recebem um pacote de extras pela vossa dedicação ao jogo desde o seu lançamento original. Os demais podem adquirir os chamados “CBT Packs” que, além do acesso à Beta, também incluem itens exclusivos para usar em jogo.

E se quiserem mesmo gasta dinheiro, há um pacote muito especial e limitado a uma única unidade. Somente para o jogador mais dedicado, chama-se “President Pack” e custa 5.000.000$ Dólares. Em troca, participarão num vídeo especial, participarão na concepção de uma mapa numa região à sua escolha e ainda receber um avatar e armas únicas. Caro… mas até recompensa o investimento.

No nosso acesso antecipado a World War 3, ficou claro que o jogo não estava vem. Mencionámos que tinha “demasiados problemas de optimização, interacção e balanceamento de lógicas”. Quisemos mesmo muito voltar ao jogo e esperámos sempre que a produção entregasse o jogo que pensávamos “estar escondido ali debaixo”. Vejamos se é desta.