Batoteiros de Call of Duty: Warzone forçados a jogar entre si

155

Depois de termos noticiado que os jogadores de consolas de Call of Duty: Warzone estavam a recusar jogar via cross-play por causa da proliferação de batoteiros no PC, a produção da Infinity Ward tomou uma medida interessante.

Embora o foco seja, de facto, o título free-to-play, também Call of Duty: Modern Warfare sofreu com esta invasão de batoteiros do PC nos seus modos multi-jogador competitivo. Por isso, além dos banimentos anunciados na notícia anterior, a produção teve de agir com mão mais pesada. E com uma certa dose de ironia pelo meio.

Uma vez identificados como batoteiros, via denúncia e comprovação por parte da IW, os jogadores são agora todos colocados em lobbies… com outros batoteiros. O que pode ser uma potencial oportunidade de rirmos com as desventuras de batoteiros a usar aimbots ou wall-hacks uns contra os outros, no que só pode ser um manancial de estupidez.

Esta não é uma medida inédita, outras produções já o fizeram com resultados hilariantes. Age como uma espécie de “purgatório” para estes “pecadores”, alguns aprendendo a lição. Contudo, não parece ser uma medida para mitigar esta avalanche de “cheaters”, apenas uma oportunidade de “vingança” da produção. E só desejamos que alguém grave umas sessões, com áudio de preferência e que publique algures.

Obviamente, esta será uma medida temporária, até que a produção consiga lançar algumas actualizações que tornem as batotas obsoletas. Por agora, por cada jogador reportado, os denunciantes recebem agora uma nota a informar que o prevaricador foi banido. Não é uma solução, mas dá uma sensação de utilidade a quem denuncia. Futuramente a IW espera adicionar a capacidade de reportar jogadores batoteiros via Killcam ou no modo Espectador.