Ataque à PSN: Posição SCE Portugal

2130

Depois de termos aqui noticiado o ataque à Playstation Network, expondo mais de 90000 contas de utilizadores de todo o mundo, foi dada a conhecer a posição da Sony Computer Entertainment, através das suas delegações regionais. Portugal não foi excepção e apresentamos aqui o press release, na íntegra que, de certa forma, acalma as vozes mais exaltadas.

Esta madrugada divulgámos informação sobre uma elevada quantidade de tentativas não autorizadas de verificação de contas de utilizador na PlayStation Network, Sony Entertainment Network e Sony Online Entertainment (comunicado de imprensa em anexo).

Neste âmbito, houve aproximadamente 93 mil contas (PSN/SEN: 60 mil; SOE: 33 mil) a nível mundial em cujas tentativas foram bem sucedidas, sendo que estas contas já foram bloqueadas temporariamente, não estando em risco quaisquer números de cartão de crédito associados. Estas 93 mil contas representam 0,1% das contas PSN/SEN/SOE e os seus detentores já foram contactados para que procedam à alteração das suas palavras-chave.

Este acontecimento não tem qualquer relação com a intrusão externa que se verificou em Abril deste ano na PlayStation Network. Não foi um ataque aos nossos servidores e não está relacionado com uma vulnerabilidade Sony. A informação utilizada para tentar aceder às contas na PlayStation Network foi obtida através de uma ou mais listas de outras empresas, sites ou fontes. É um exemplo de uma ameaça cada vez mais comum de actividade fraudulenta online que se aproveita da utilização repetida (em diferentes serviços) de combinações de nomes de utilizador e passwords por parte dos utilizadores.

Este tipo de actividade não autorizada acontece diariamente com empresas, sites e serviços de todo o mundo. Seguindo a política de transparência da Sony, divulgamos este acontecimento, aproveitando para alertar todos os utilizadores para a necessidade de usarem combinações de nomes de utilizador e palavras-chave fortes e diferentes de serviço para serviço.