Argumentistas dizem que há “um ideia concreta” para Portal 3

13

Tenham calma. A ser verdade as palavras dos argumentistas Jay Pinkerton and Erik Wolpaw são apenas indicadores de que um Portal 3 é possível… mas não sabemos se é sequer algo para breve.

Todos sabemos que o número 3 é quase um anátema para a Valve. Há quantos anos esperamos por um Left4Dead 3, um Half Life 3 ou um… Portal 3? O sucesso dos jogos é indiscutível, inspirando muitos “clones” por aí. A razão pela qual a Valve nunca tenha avançado para terceiras partes já foi muito especulada, muito “desculpada” e nunca realmente esclarecida. Mas, esta pode ser apenas uma longa espera.

Um vídeo no canal DidYouKnowGaming traz os dois argumentistas à conversa. Estes dois criativos são tidos como os principais responsáveis pelos brilhantes argumentos dos jogos da Valve. A dada altura, Wolpaw comenta que a equipa chegou mesmo a trabalhar num terceiro Half-Life, mas que acabou por ser o tal Episode 1.

Para a falta de terceiras partes nos seus títulos de sucesso, Wolpaw culpa a falta de foco em novos jogos, com os demais projectos da produtora a tomar muito do tempo e da atenção da equipa.

Quanto a Portal 3, Wolpaw comenta que engendrou com Pinkerton, “uma ideia que parece fantástica para o que devia acontecer, no geral”. Mas garante que não há um guião feito ou “detalhes para trabalhar”, apenas um “ponto de arranque” que gostam bastante. Adiante diz que ainda haverá muito para fazer mas diz que “sim, temos uma ideia concreta”.

Por isso, Gabe Newell pode só estar “sentado” sobre essa ideia, até que hajam recursos para iniciar o devido processo de desenvolvimento. Isto, porque interesse no lado dos fãs, de facto, não falta. E estamos certos que, se for dada voz aos fãs, as petições e pedidos serão em catadupa.

Contudo, o que Wolpaw disse é algo que já temos ouvido falar. De facto, a Valve está envolvida em tantos projectos que é difícil alocar atenção para a produção de jogos, a não ser que sejam pequenos projectos fáceis de gerir como foi Half Life: Alyx. No hardware, depois dos falhados projectos das Steam Machines, a Valve está mergulhada nos populares Valve Index e na recente Steam Deck. A própria plataforma Steam tem crescido a níveis gigantescos. E não sabemos o que ainda estará a projectar. Sendo assim, os jogos, esses, ainda terão de esperar.