AMD anuncia o SmartAccess Storage para rivalizar com a RTX IO

27

Já não é só a Nvidia que possui uma tecnologia para acelerar o carregamento dos jogos. Também a AMD anunciou o sua própria tecnologia para essa finalidade, a AMD SmartAccess Storage.

O que esta tecnologia apresentada na Computex 2022 faz é recorrer ao API DirectStorage da Microsoft, já presente nas consolas Xbox e em PC’s com Windows 11, usando o seu próprio hardware. Segundo o Arquitecto-Chefe da AMD, Frank Azor, o SmartAccess Storage levará os utilizadores “do ecrã de carregamento até à jogabilidade mais rápido que nunca”.

Em termos simplistas, os tempos de carregamento e streaming de texturas são melhorados substancialmente porque recorrem à descompressão de grafismo via software e hardware do GPU Radeon e da memória RAM, além de aproveitar melhor a potencial velocidade das mais recentes drives SSD. Assim, não sobrecarregam tanto o CPU e aproveitam melhor o restante hardware mais rápido.

Esta tecnologia rivalizará com a Nvidia RTX IO que praticamente já faz exactamente o mesmo. Na altura do lançamento da geração de chips Ampere, a Nvidia declarou “velocidades 100 vezes maiores de carregamento”, assim como “20 vezes menos carga do CPU”. Vejamos o que os testes preliminares dirão da tecnologia rival da AMD.

Obviamente, esta tecnologia está dependente dos mais recentes CPUs e GPUs (placas gráficas), assim como os mais recentes drives SSD M.2 NVMe, como as que estão instaladas nas consolas Xbox Series X|S e PlayStation 5. É também necessário que os jogos sejam optimizados para tirar pleno proveito desta velocidade acrescida.

Por agora, a AMD não anunciou datas de lançamento do suporte para esta sua nova tecnologia SmartAccess Storage. Contudo, esta deverá surgir nos próximos meses inserida numa actualização de firmware para placas gráficas AMD Radeon.