Afinal, Beyond Good & Evil 2 ainda mexe

12

São 15 anos de produção, por isso, desculpamos todos os que já nem se lembram que a Ubisoft continuará a produzir Beyond Good & Evil 2. Apesar de pensarmos que a produção parou, há desenvolvimentos.

Não são muito “sumarentos”, é certo, mas mostram actividade por parte da produtora e editora Francesa. A última vez que ouvimos falar deste jogo, foi em 2018, com a produção muito entusiasmada com o que tinha em mãos. Basicamente, todos pensaram o mesmo: muito visual, pouca substância. Ainda assim, parecia que o seu lançamento estava finalmente próximo.

Pura ilusão, claro. Desde essa altura… silêncio. Outros jogos com uma produção igualmente atribulada até já “desencalharam” mas, além de um novo Splinter Cell ou Prince of Persia que teimam em não aparecer, parece que Beyond Good & Evil 2 está mesmo difícil.

Hoje tivemos um pequeno “laivo” de esperança que a produção não tenha estagnado. A escritora Sarah Arellano, que já tinha participado em World of Warcraft ou Saints Row, anunciou na sua conta de Twitter que tinha sido contratada como argumentista principal para este jogo em particular. Desculpem o (demasiado) longo vídeo de revelação a que somos alheios:

Não é assim tanto, já tínhamos avisado. Mas, concordarão que é um bom sinal que o jogo ainda está “vivo”. Contudo, gera também alguma preocupação que ao fim de 15 anos é que decidiram contratar um argumentista principal, regra geral, quem escreve e gere toda a história do jogo. Será sinal que foi necessário reescrever o guião? Ou será preciso orientá-lo para outra história?

Respondendo ao site PC Gamer, um responsável da Ubi limitou-se a dizer que a equipa está “a trabalhar arduamente para entregar a promessa feita à comunidade”. Que promessa é essa que leva 15 anos a concretizar? Devemos ficar entusiasmados outra vez? Talvez não…