Actualização do Windows 10 pode estar a causar problemas em jogos

268

Uma actualização cumulativa do Windows 10 estará a provocar problemas no “reino” dos videojogos. Se recentemente notaram que alguns jogos tiveram perda de performance ou sofrem de “quebras”, então o problema pode estar na actualização de Abril do sistema operativo.

Na verdade, a actualização de Abril não é particularmente nova. Estava já disponível há algum tempo através do programa “Insider” para quem o subscreve. E foi então que estas questões surgiram, primeiro na comunidade que se dedica a testar novas versões do Windows. Contudo, foi recentemente lançada como final e forçada como “mandatória” para instalação nas versões 2004, 1930 e 1909 do Windows 10. Assim que mais jogadores a instalaram, as reclamações começaram.

Desde perdas de frames por segundo (por vezes na ordem dos 20fps ou mais), quebras temporárias (stutters), instabilidade geral, problemas nas partilhas de ecrã, falhas no Vsync e até crashes aleatórios, há de tudo um pouco para apontar. Os culpados parecem ser as actualizações KB5001330 na versão 2004, KB5001337 na versão 1930 e 1909. Caso tenham notado alguma quebra de performance em jogo e têm um destes dois updates instalados, já sabem o que pode ser.

Acontece que esta actualização não prejudica apenas os jogos. Há outros problemas com estas mais recentes actualizações, até mesmo causando problemas no arranque e reinícios com os infames “ecrãs azuis” de erros. Remover estas actualizações automáticas é possível, mas notem que o Windows pode simplesmente reinstalar as actualizações momentos (dias) mais tarde.

A constante pressão para actualizar para a mais recente versão do Windows 10, a infame versão 20H2, é real. Quando nos deparamos com estas questões, estes erros parecem precipitar essa decisão. Acontece que essa versão 20H2, não só não está disponível para todos os PCs, como também é falível com imensos bugs e questões técnicas, se calhar, ainda mais graves. Não há decisões perfeitas, infelizmente. Resta-nos esperar que a Microsoft corrija os problemas.